Preso tentou subornar agentes para ter celulares e 'sustentar família'

Preso tentou subornar agentes para ter celulares e ‘sustentar família’

“Ofereci essa quantia para que eles dessem três celulares para eu sustentar minha família. Tenho três filhos para criar e tenho que resolver [o sustento deles]”.  Foi assim que um detento do presídio PB 1 se justificou após ser preso, na noite dessa quarta-feira (16), tentando subornar agentes penitenciários oferecendo a eles R$ 50 mil para que eles entregassem três celulares.

Em entrevista à TV Correio, um dos agentes envolvidos na ocorrência explicou que a tentativa de suborno começou quando eles encontraram drogas dentro da cela do detento. Em seguida, o preso estava sendo encaminhado para a Central de Polícia quando ofereceu o dinheiro.

“Assim que a gente chegou aqui na Central ele começou a falar que tinha um carro, um som avaliado em R$ 8 mil e que ele estaria querendo vender. Começamos a monitorar ele e a dar ‘corda’. Acabou que ele ofereceu diretamente R$ 50 mil por três aparelhos celulares, que seriam entregues a gente e que a gente só precisava deixar na cela dele e sair. Somos homens de caráter e agora ele vai arcar com o erro dele mais uma vez”, afirmou o agente.

Também em entrevista, o preso justificou a tentativa de suborno ao dizer que precisava arranjar um meio para sustentar os filhos, arranjando trabalho para comparsas de fora do presídio.

“Fui pego com material ilícito e na volta ofereci essa quantia para que eles me dessem três rádios para eu sustentar minha família. Sou o único homem da casa. Tenho três filhos para criar e tenho que resolver [o sustento deles]. Errei em subornar os agentes e assumo meu erro”, disse o preso.

Portal Correio