João Pessoa 21/02/2019

Início » Destaque » Presos da Xeque-Mate são transferidos de Cabedelo para JP

Presos da Xeque-Mate são transferidos de Cabedelo para JP

A exceção vale para a ex-primeira-dama e vereadora afastada Jaqueline Monteiro França, que vai permanecer na 6ª Cia, em Cabedelo.

Presos da Xeque-Mate são transferidos de Cabedelo para JP (Foto: Divulgação)

Três presos na Operação Xeque-Mate, da Polícia Federal, foram transferidos para o quartel do 1º Batalhão da Polícia Militar, em João Pessoa. Eles estavam recolhidos no quartel da 6ª Companhia  Independente da PM, no território cabedelense. Diferente do informado anteriormente, o ex-prefeito Leto Viana não foi transferido, pois se encontra no 5º Batalhão da PM, no bairro do Valentina.

De acordo com informações do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), a transferência foi determinação da Justiça Militar. O coronel Lucas, comandante do 1º BPM, confirmou que foram três os transferidos e disse que recebeu a determinação para acolhê-los.

A exceção nas transferências também vale para a ex-primeira-dama e vereadora afastada Jaqueline Monteiro França, que vai permanecer na 6ª Cia, em Cabedelo.

A Operação Xeque-Mate prendeu Leto, Jaqueline França, o ex-presidente da Câmara, Lúcio José, além de Marcos Antônio, Inaldo Figueiredo, Tércio de Figueiredo, Antônio Bezerra do Vale e Adeildo Duarte. Júnior Datele, que também foi detido, responde em liberdade. Leila Viana segue em prisão domiciliar.

A ação da PF com o Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público prendeu o grupo no dia 3 de abril de 2018 e investiga esquema de corrupção envolvendo servidores, vereadores e o ex-prefeito de Cabedelo. O vice-prefeito Flávio Oliveira era investigado, mas morreu no dia 15 de julho do ano passado.

ClickPB