Prestes a assumir direção do PMDB/JP, Gervásio descarta aliança com PSDB e entra em rota de colisão com Manoel Jr

gervasinho pmdbPrestes a assumir o comando do PMDB em João Pessoa, o deputado estadual Gervásio Maia Filho bateu de frente com as pretensões do deputado federal Manoel Júnior (PMDB) e avisou, em entrevista nesta quarta-feira (17), que não vai aceitar uma aliança do partido com os tucanos na disputa pela prefeitura da Capital em 2016.

“De minha parte, no palanque do PSDB eu não estarei, e meu voto é contra a aliança com o PSDB aqui em João Pessoa, essa opinião já tenho formada” disse.

Gervásio, que assume em 2017 a presidência da Assembleia Legislativa no Estado da Paraíba, lembrou que a prioridade da aliança do PMDB para 2016 na Capital é com o PSB de Ricardo Coutinho, com quem estiveram juntos nas eleições de 2014.

“O PMDB firmou aliança estadual com o PSB, se o PSB tiver candidatura própria e o PMDB também, aí é claro que dentro da aliança que existe nós poderemos estar juntos no segundo turno, agora considerar qualquer possibilidade de aliança com o PSDB, eu já te digo que de minha parte o voto é contrário”, asseverou.

Indagado se Manoel Júnior teria então se antecipado ao comparecer à convenção do PSDB, no último domingo (14), dando a entender que a possibilidade da aliança com o PMDB seria concreta, Gervásio preferiu não entrar no embate direto.

“Essa pergunta é bom fazer a ele, Manoel Júnior, não vou responder por ele, não vou colocar o carro na frente dos bois, falo com base em uma linha adotada pelo PMDB, que teve candidatura própria no primeiro turno e no segundo todos seguiram na aliança com o PSB. Existe um contexto montado, uma realidade estabelecida, se vão desmontar a realidade não tenho conhecimento”, disse.

O parlamentar lembrou, no entanto, que o PMDB poderá se aliar a outras agremiações em outras cidades do Estado, caso o partido não lance candidatura própria. “Todo partido quer lançar candidatura própria, principalmente nas grandes cidades, e nos municípios que não tivermos candidatura própria, poderemos sim fazer coligações”, ressaltou.

Com informações de Henrique Lima

PB Agora