Prestes a ser vitima de “rasteira”, Cícero lança “praga” contra traidores de sua candidatura - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Prestes a ser vitima de “rasteira”, Cícero lança “praga” contra traidores de sua candidatura

CICERO CANDIDATURAFaltando poucos dias para o termino do prazo final para o registro de candidatura, o senador paraibano Cícero Lucena (PSDB) que está prestes a ter a informação de que seu nome não servirá para o projeto tucano na Paraíba, leia-se reeleição ao Senado, fez declarações contundentes e disse que quem o traiu não conseguiu se reeleger, episódio vivido a época que era prefeito de João Pessoa. Ao ser questionado se estava preparado para receber mais uma apunhalada nas costas, Cícero agiu com serenidade e mesmo sem citar nomes lançou uma “praga” para seus algozes.

“Eu não me arrependo do que faço e muito menos do que eu fiz!”, disparou.

Lucena continuou com o seu desabafo e disse que não se sente mal pessoalmente, em face do processo de ‘fritura’ em torno do seu nome para disputar uma improvável reeleição ao Senado.

“A questão política quem vai julgar é o eleitor, os atos de cada um quem vai julgar é o eleitor”, alfinetou. Numa indireta ao senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e ao deputado Ruy Carneiro (PSDB), o ‘Caboclinho’ do Sertão mandou um recado e lembrou-se de um episódio que tem fortes chances de ser repetido:

“Eu tive uma experiência, não vou citar (nomes) de quando eu era prefeito (João Pessoa) e fui traído por alguns que ajudei e todos eles não conseguiram se reeleger depois”, atacou, acrescentando: “Eu não joguei nenhuma praga nem desejei mal a eles não!”.

“O povo julgou e não tiveram a chance de ser reeleitos, não cabe a mim julgar, cabe a mim fazer!”, emendou.

Prevendo que colocarão sua cabeça na ‘guilhotina’, Cícero Lucena mandou mais um recado a cúpula tucana na Paraíba.

“O partido (PSDB) tem que avaliar se os cinco votos lá de casa valem à pena, sou eu Lauremília e os três filhos, eu não estou botando nem genro nem nora, eu acho que estes cinco votos eu tenho!”, ironizou.

PB Agora