João Pessoa 24/05/2019

Início » Variedades » PRF prende quadrilha que falsificava cerveja

PRF prende quadrilha que falsificava cerveja

Depósito ficava em Barra Mansa, no Sul Fluminense, e quem trabalha para a quadrilha vivia em condições precárias, vindo de outros estados. Foram apreendidas cerca de 40,8 mil garrafas com quase 25 mil litros de cerveja

Caminhões que transportavam cervejas adulteradas – Divulgação

Rio – A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Civil prenderam 17 pessoas e apreenderam dois menores , parte de uma quadrilha especializada em falsificar cerveja em Barra Mansa, no Sul do estado, nesta sexta-feira. No depósito clandestino onde era feita a falsificação foram achadas cerca de 40,8 mil garrafas com quase 25 mil litros de cerveja.

De acordo com a PRF, o órgão começou a desconfiar da procedência das bebidas de vários caminhões que eram abordados na região de Piraí, Volta Redonda e Barra Mansa, na Rodovia Presidente Dutra, o que levantava indícios de que poderia se tratar de produto adulterado.

Com as suspeitas, foi realizado um trabalho de troca de informações com a Polícia Civil, quando foi descoberto um depósito clandestino que falsificava cerveja em Barra Mansa. Na noite de quinta-feira, um caminhão, com placa do Estado do Rio de Janeiro, foi interceptado por transportar cervejas clandestinas.

Caminhões que transportavam cervejas adulteradas – Divulgação

Por volta das 5h30 desta sexta-feira, os policiais entraram no depósito e flagraram várias cervejas, de baixo custo, com rótulos trocados por de marcas famosas. Lá foram presas 17 pessoas e apreendidos dois adolescentes. Segundo a PRF, muitos dos que trabalhavam na fábrica eram dos estados do Tocantins e Goiás e viviam em condições precárias, sendo impedidos de saírem do galpão. Eles recebiam em torno de R$ 1 mil por mês. O caso foi registrado na 94ª DP (Piraí).