cantora

Primeiro dia da Festa das Neves terá show da cantora Mira Maya

mira_mayaA cantora Mira Maya fecha o primeiro dia da festa, com show ‘O Bailinho’, às 21h (Foto: Reprodução/Youtube)

A programação artística da Festa das Neves 2016 que irá se concentrar no Ponto de Cem Réis terá início na próxima quarta-feira (03), a partir das 17h30, com a apresentações do Grupo Armorial Ariano Suassuna e outros grupos populares. A cantora Mira Maya fecha o primeiro dia da festa, com show ‘O Bailinho’, às 21h. A Festa das Neves vai até o dia 5 de agosto, aniversário da cidade de João Pessoa, que será comemorado ao som do show ‘Mulheres’.

Na sexta-feira, 05 de agosto, a programação traz Sandra Belê, Nathalia Bellar e Polyana Resende em torno da cantora e compositora Gracinha Teles, que está celebrando 20 anos de carreira. A apresentação está marcada para as 21h da sexta-feira (5). No palco, Gracinha e suas convidadas apresentam músicas próprias e também de nomes de peso da MPB, a exemplo de João Bosco, Lô Borges, Milton Nascimento etc.

Na quinta-feira (04), quem faz a festa no Ponto de Cem Réis é o cantor Adriano Costa que, como manda a tradição, anima o público com um repertório brega e muita ‘sofrência’. Com dois discos lançados, Costa é um cantor eminentemente brega, em cujo repertório só cabem dores de amor perdido e traições.

A programação contempla grupos de vários bairros de João Pessoa e terá de música brega a MPB para encerrar a noite no Pavilhão do Ponto de Cem Réis.

Cultura popular – No primeiro dia do evento (03), também se apresentam a Lapinha Menino Deus (Cruz das Armas), Coco de Roda M. Benedito (Cabedelo) e a Escola de Capoeira Afro Nagô (Valentina).

Na quinta-feira (04), a partir das 18h, é a vez do grupo Babau Joaquim Guedes (Colinas do Sul), grupo de dança cigana 5ª Cia de Dança (Rangel) e o Boi de Reis Estrela do Norte do Bairro dos Novais.

Encerrando a programação de cultura popular na sexta (05), aniversário da cidade, surgem o grupo Ventriloquia, da cidade de Guarabira, o Ciranda do Sol (Cruz das Armas) e a Nau Catarineta de Cabedelo.

“Dentro da realidade econômica que vive o país, e por conseguinte João Pessoa, trazemos ao público uma festa que expressa as raízes da nossa cultura, através do belíssimo trabalho que os grupos dos bairros da Capital realizam, e também coroamos a programação com alguns dos talentos musicais da nossa região”, disse o diretor Executivo da Funjope, Maurício Burity.

ClickPB