João Pessoa 14/12/2018

Início » Destaque » Professor de 70 anos é agredido por apoiadores de Haddad durante ato político na UFCG

Professor de 70 anos é agredido por apoiadores de Haddad durante ato político na UFCG

Duas notas de repúdio foram emitidas por causa de um episódio de agressão contra o professor de Bioquímica Anunciado Alves Melo, 70 anos, da Universidade Federal de Campina Grande. O momento do desrespeito foi perpetrado ontem e registrado por alunos e confirmado pelo Diretório Acadêmico Francisco Brasileiro e pelo superintendente do Hospital Universitário Alcides Carneiro, de Campina Grande.
O professor, segundo relato de uma testemunha que se reportou ao ocorrido no Facebook, teria sido empurrado e desrespeitado por um grupo de alunos e professores.
O médico André Brasileiro, preceptor de Urologia do HUAC/UFCG também se manifestou em solidariedade ao professor e repudiu a intolerância da atividade promovida por adversários de Jair Bolsonaro:
“Amigos médicos, em atenção especial aos ex-alunos da Faculdade de Medicina de Campina Grande/CCBS/UFCG.Na semana passada, estávamos comemorando os 50 anos da Faculdade de Medicina de Campina Grande, momento em que pude abraçar, após anos, o professor Anunciado de Melo, querido mestre de bioquímica, quando fizemos a aposição da placa alusiva à data.  E hoje amanheci sabendo da abominável agressão física e verbal que o mesmo sofreu enquanto defendia o direito de dar aula de maneira “laica e apartidária” como deve ser a universidade.
Vejam a que pontos chegamos! Um grupo de professores e alunos veio interromper a aula do professor Anunciado, de quem fui aluno e sou admirador, para fazer corpo a corpo pelo PT e pelo elenão.  Após ouvir o que tinham a dizer, o professor Anunciado foi claro quando disse que a universidade deve ser laica e apartidária, não sendo a sala de aula local para fazer propaganda por candidato.  Mas foi vítima da intolerância a partir dos que mais dizem pregar o ato de tolerar. Basta desse proselitismo barato!  Eu voto em quem eu quero e pronto. E sala de aula é para aula, não para comício. Chega! ”
Paraíba.com