João Pessoa 25/04/2019

Início » Notícias » Profissionais da educação na PB devem receber R$ 11,5 milhões em 2019

Profissionais da educação na PB devem receber R$ 11,5 milhões em 2019

ASSINE O JORNAL REDAÇÃO João Pessoa Centro de Zoonoses agenda para esterilização de cães e gatos nesta quinta Aposentados REDAÇÃO PBPrev Aposentados e pensionistas devem comprovar vida REDAÇÃO #SouRepórterCorreio Telespectador da TV Correio pode ser ‘repórter’ JOSINALDO BARBOSA TV Correio Fique por dentro de tudo que rola na TV Correio Profissionais da educação (Foto: Divulgação/USP Imagens) Notícias Profissionais da educação na PB devem receber R$ 11,5 milhões em 2019 Confira os valores por Estado para 2019

Os profissionais da educação paraibana devem receber R$ 11,5 milhões do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), em 2019. Na ultima segunda-feira (31), foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) a Portaria Interministerial 7/2018, com a estimativa de uma receita total do Fundeb neste ano de R$ 156,3 bilhões.

Desse valor, R$ 143,4 bilhões correspondem ao total das contribuições de Estados, Distrito Federal e Municípios, e R$ 14,3 bilhões à complementação da União ao Fundo. São beneficiados com esses recursos federais os mesmos nove Estados dos últimos anos: Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco e Piauí.

Essa previsão representa um aumento de R$ 7,1 bilhões ou 4,8% para 2019 em relação à estimativa de receita para 2018. Os valores para 2018 foram reestimados pela Portaria Interministerial 6/2018, publicada em 27 de dezembro, que avaliou a receita total do Fundo para 2018 em R$ 149,2 bilhões, sendo R$ 136,9 bilhões das contribuições de Estados, Distrito Federal e Municípios, e R$ 13,6 bilhões da complementação da União.

O valor mínimo nacional por aluno/ano dos anos iniciais do ensino fundamental urbano foi estimado para 2019 em R$ 3.238,52, correspondendo a um aumento de 6,2% em relação ao estimado para 2018, que foi de R$ 3.048,73.

Sobre a complementação da União

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) explica que, segundo a legislação do Fundeb, no mínimo 45% da complementação deve ser repassada até julho e 85% até 31 de dezembro de cada ano. Isso justifica a diferença de valores no cronograma entre os dois semestres do ano. Os 15% restantes para integralizar a complementação do Fundeb são repassados em janeiro do ano seguinte.

Veja aqui a Portaria 7/2018.

Confira abaixo por Estado os valores para 2019

Acre

Alagoas

Amapá

Amazonas

Bahia

Ceará

Espírito Santo

Goiás

Maranhão

Minas Gerais

Mato Grosso

Mato Grosso do Sul

Pará

Paraíba

Paraná

Pernambuco

Piauí

Rio de Janeiro

Rio Grande do Norte

Rio Grande do Sul

Rondônia

Roraima

Santa Catarina

São Paulo

Sergipe

Tocantins

Portal Correio