Projeto proíbe empregador de obrigar funcionária a usar roupa sexy - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Projeto proíbe empregador de obrigar funcionária a usar roupa sexy

proibidoTramita na Câmara o Projeto de Lei 6124/13 que proíbe empregadores de exigirem que funcionárias usem roupas que exponham o corpo ou coloquem em risco a saúde ou a segurança.

A autora do projeto, deputada Sandra Rosado (PSB-RN), considera que é fundamental estabelecer limites para o poder diretivo do empregador, que não pode ferir a dignidade da mulher.

Para a deputada, “a sociedade brasileira continua, em pleno século 21, impregnada de preconceitos e a depreciação da mulher persiste em muitos setores”, inclusive nas relações de trabalho.

“Lamentavelmente, é comum a coisificação da mulher, cujo corpo é exposto como apelo comercial, utilizado em anúncios ou estratégia de vendas”.

O projeto será analisado, em caráter conclusivo, pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Com Agência Câmara)

Ampliar

Conheça as garçonetes sensuais da rede de fast-food Hooters45 fotos

25 / 45

Garçonetes da rede de fast-food Hooters participam de treinamento; elas aprendem a fugir de cantadas, fazer maquiagem, andar de patins, entre outras funções Leia maisLeonardo Soares/UOL
Ampliar

Casos inusitados de processos trabalhistas34 fotos

3 / 34

A 1ª Turma do TST (Tribunal Superior do Trabalho) manteve condenação do Banco Santander em danos morais a uma ex-funcionária que recebeu ordem de seu gerente para que cumprisse as metas do banco de qualquer forma, ainda que fosse necessária a troca de favores sexuais. Segundo a bancária, a insinuação constrangeu a todos, e alguns colegas chegaram a chorar, envergonhados. A indenização foi fixada em R$ 35 mil Leia mais Getty Images
Uol