PT pede a filiados que entregem cargos do Governo e diz: não dará legenda a quem apoiar RC - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

PT pede a filiados que entregem cargos do Governo e diz: não dará legenda a quem apoiar RC

rodrigo soaresO presidente do Partido dos Trabalhadores no Estado da Paraíba, Rodrigo Soares, orientou aos filiados que ainda mantém cargos no Governo do Estado, que entreguem os postos. Os que não cumprirem a orientação podem ser convidados a deixar a legenda.

 

Entre os petistas que estão em cargos do governo do estado, estão o secretário da Agricultura, Marenilson Batista, o secretário executivo da Infra-Estrutura, Carlos Alberto. Além desses dois, outro medalhão que apoia Ricardo Coutinho é o deputado federal Luiz Couto.

Segundo o presidente do partido, após o rompimento do PSB nacional com o governo da presidenta Dilma Rousseff (PT), e entrega de cargos no estado de Pernambuco, o partido orienta aos filiados que ainda mantém cargos no governo Ricardo Coutinho (PSB) que deixem os postos. “Ou ficam no governo, ou ficam no PT”, exclamou RodrigoSoares. “Não há mais espaço para que o partido conviva com dissidência interna”, completou.
Rodrigo Soares lembra ainda que o governador do estado de Pernambuco, Eduardo Campos, está fazendo “dobradinha” com o senador Aécio Neves (PSDB), na oposição nacional à presidenta Dilma, e que o partido não irá admitir que filiados permaneçam juntos ao PSB. “Não há mais espaço ou motivos para que qualquer filiado do PT permaneça junto ao Governo do Estado, que faz parte da oposição nacional à presidenta Dilma Rousseff, devendo os filiados entregar os cargos, pois o PT tem projeto para disputar o Governo da Paraíba nas eleições de 2014, além do grande projeto nacional em torno da presidenta Dilma Rousseff”, disse o presidente.
Ainda segundo o presidente do partido, os que descumprirem a orientação serão submetidos às instâncias partidárias. “O palanque do PT só cabe a presidenta Dilma Rousseff e seus aliados, os adversários estarão em outro palanque”, destacou.

O PT de João Pessoa apontou em nota, também nesta quarta-feira (23) que não dará legenda aos que apoiarem a reeleição de Ricardo Coutinho. Confira a nota assinada pelo presidente municipal do PT, Jackson Macedo.

 

Nota da Presidência

 

 

O Partido dos Trabalhadores promoveu grandes mudanças no Brasil que permitiram a ascensão de milhões de pessoas e transformaram nosso país. Os avanços nas áreas sociais merecem destaque em todo mundo e servem como referência de experiência bem-sucedida, com reconhecimento nos principais organismos internacionais.

 

O Brasil passou a ser destaque internacional pelo crescimento e estabilidade econômica, ampliando fronteiras e liderando debates importantes que mudaram o cenário global.

 

Todas essas conquistas aumentaram a responsabilidade de todos os filiados do PT defenderem a manutenção desse projeto e trabalharem para a reeleição da Presidente Dilma.

 

Com base nessas premissas, o Partido dos Trabalhadores na Paraíba deve estar em sintonia com esse projeto nacional e se colocar na linha de frente da defesa do nosso Governo.

 

Dessa forma, não iremos admitir que qualquer filiado ao nosso partido trabalhe em prol de candidaturas que visem derrotar o PT nas próximas eleições presidenciais.

 

Não admitiremos que filiados e detentores de mandato trabalhem em favor do projeto de reeleição do atual Governador do Estado, que na verdade é parte do projeto opositor ao Governo Dilma Roussef.

 

Vamos fazer valer as deliberações partidárias e exigir que aqueles filiados que ocupam cargos no Governo do Estado entreguem os mesmos, pois, a permanência representa se opor ao projeto do PT e de reeleição de nossa Presidenta.

 

Todo filiado que se coloque como subordinado ao atual Governador será pautado em nosso próximo Encontro Estadual e não terá a legenda partidária para o próximo pleito, visto que, não são dignos de postularem cargos em nome do PT.

 

 

Jackson Macedo

Presidente do PT João Pessoa

Redação com Assessoria