Publicitário cria perfil em rede social de Ruth, a irmã boa de Rachel Sheherazade; paraibana seria má

Raquel  e ruth A jornalista Rachel Sheherazade, apresentadora do noticiário SBT Brasil, normalmente emite sua opinião na emissora. Em fevereiro deste ano, Rachel apoiou a atitude de justiceiros que espancaram um suposto assaltante e o prenderam a um poste com uma trava de bicicleta no Rio de Janeiro, causando polêmica em nível nacional. Com isso, a empresa de Silvio Santos solicitou à jornalista que fizesse uma pausa em seus comentários. Para alguns, ela foi tida como heroína na imprensa e, para outros, como vilã.

Este último caso foi o de Pedro Felipe, publicitário de 28 anos, que resolveu levar o caso com bom humor e criou uma página no Facebook que seria da “irmã boazinha” de Rachel, em uma referência às gêmeas da novela da Rede Globo “Mulheres de Areia”, de 1993. Chamada Ruth Sheherazade, afanpage reuniu cerca de 100 mil curtidas em pouco mais de dois meses. Vale notar que a personagem é fictícia.

Felipe publica diversas imagens inusitadas da jornalista, sempre acompanhadas de alguma frase quebusca contradizer o posicionamento político-social de Rachel. O objetivo da página, segundo o criador, é “espalhar a bondade”.

Leia abaixo a entrevista de INFO com Felipe.

Por que decidiu criar uma página da gêmea boazinha da Rachel? Você a gerencia sozinho?

Sim, faço tudo sozinho. A Rachel simboliza um lado da moeda, uma sequência de opiniões que são diferentes das que eu tenho. Achei que era importante oferecer uma resposta. O que eu quero é trazer para mim a bandeira dos Direitos Humanos e incorporar ao discurso da Ruthinha. Esse é meu maior objetivo: espalhar a bondade!

Como você consegue tantas fotos da Rachel?

As pessoas me mandam, mas prefiro usar as fotos da novela.

Como é a participação desse pessoal que curte e comenta na página? Você aceita muitas sugestões de internautas?

Do pessoal que comenta, eu dividiria em duas formas: tem a galera #DoBem, que comenta, dá sugestão e até corrige português numa boa. E tem os #DeBem ou #DoMal, que odeiam tudo que é postado. Esses são os que eu mais “trollo”. Aceito muitas sugestões dos internautas.

São muitas reclamações?

Muitas! Mas também diversos agradecimentos e gestos de carinho. Acredito na humanidade

O SBT já tentou contato para solicitar o fim da página ou algo do gênero?

O SBT nunca falou comigo, mas se vier, o diálogo está aberto. Acredito que sou uma plataforma de divulgação para eles no final das contas.

Info Abril