João Pessoa 24/05/2019

Início » Paraíba » Quatro jogos fecham a 8ª rodada do Paraibano neste domingo

Quatro jogos fecham a 8ª rodada do Paraibano neste domingo

Confrontos vão ser entre Atlético x Botafogo-PB; Campinense x Serrano; e Esporte de Patos x Sousa

Três jogos fecham a oitava rodada do Campeonato Paraibano neste domingo (10): Atlético x Botafogo-PB; Campinense x Serrano; e Esporte de Patos x Sousa. Veja abaixo como as equipes se prepararam para a rodada.

No estádio Perpetão, em Cajazeiras, às 17h, o Atlético recebe o líder do Grupo A, Botafogo-PB, em busca de selar a classificação antecipada para a segunda fase do certame estadual. O Belo tem a melhor campanha do torneio e necessita apenas de um empate fora de casa para garantir vaga nas semifinais.

Finalizando a maratona de jogos fora de casa, a situação do Botafogo-PB é bem favorável para conseguir a classificação. Mesmo se a equipe perder todos os próximos jogos, ainda tem chances de se classificar, pois o Nacional de Patos, time que ocupa a terceira posição do Grupo A, precisaria vencer as duas últimas partidas para se igualar e ainda reverter 12 gols de saldo para ultrapassar o Belo na tabela.

A situação deixou o treinador Evaristo Piza com a possibilidade de escalar um time alternativo para o jogo já que na quarta-feira o clube enfrenta o Londrina-PR, pela terceira fase da Copa do Brasil, no Estádio Almeidão.

Trovão vai com tudo

Sabendo disso, o treinador do Atlético, Ederson Araújo, vai com força máxima para cima do Botafogo-PB, pois, vencendo o jogo, se garante na segunda fase, podendo focar em roubar a liderança do Campinense nas duas últimas rodadas do Campeonato Paraibano. Além disso, o comandante do Trovão Azul confia no fator casa para a partida de hoje.

“Nos preparamos bem nos últimos 15 dias focando no jogo contra o Botafogo. Estamos muito confiantes em fazer uma grande partida. Com relação ao adversário, eles têm um grande elenco, não é a toa que estão muito bem nas três competições que estão disputando, então, seja o time que vier para Cajazeiras, temos que estar muito bem preparados para garantir os três pontos e a classificação”, disse o treinador do Atlético de Cajazeiras.

Campinense x Serrano

De olho na classificação para a segunda fase do Campeonato Paraibano, o Campinense entra em campo para encarar o Serrano, que briga na parte de baixo da tabela. A partida acontece às 16h, no estádio Amigão, em Campina Grande.

Líder do Grupo B, com 14 pontos, a Raposa só precisa de um triunfo para confirmar sua vaga de forma antecipada. O Lobo da Serra, por sua vez, vem na lanterna da Chave A, com cinco pontos.

Desde a quarta rodada quando Luciano Silva pediu demissão do cargo, o Serrano estava sem técnico. Quem assumiu a posição na última segunda-feira foi Arthur Ferreira, que terá a missão de fazer o Lobo ressurgir no campeonato em apenas três jogos.

O Campinense jogará com quatro baixas. Os atacantes Warlei e Chaveirinho, o volante Cléber e o zagueiro Richardson estão no departamento médico e não poderão atuar. Em contrapartida, o volante Dedé e o zagueiro Jean estão de volta e serão opções de reforço para o comandante Francisco Diá. Já no adversário, o único desfalque será o zagueiro Weverson.

Esporte x Sousa

O foco do Esporte de Patos agora é única e exclusivamente na vitória em cima do Sousa, às 17h, no estádio José Cavalcanti, em Patos. Vivendo situações diferentes no campeonato, as equipes farão um jogo disputado, pois os três pontos são importantes para ambas, seja para a classificação no caso do Dinossauro, como para se livrar do rebaixamento, que é o objetivo do Patinho do Sertão.

O treinador do Esporte, Marcos Nascimento, falou sobre o jogo, deixando clara a importância de conquistar a vitória contra o Sousa, mas cravando que a partida será muito difícil, principalmente pelo fato do adversário ainda estar invicto no campeonato.

“Temos esse jogo que vai ser um divisor de águas e vamos tentar fazer o que ninguém fez ainda até agora, que é vencer o Sousa. É importante que a gente se conscientize das dificuldades que vamos enfrentar nessa partida, mas pelo fato da necessidade e pela circunstância de jogar em casa, temos que partir para cima, para garantir a vitória”, disse Marcos Nascimento.

Nascimento destacou que a partida será disputada, justamente pela vitória interessar diretamente para os dois times. Mas, pelo momento do Esporte ser delicado, além do fator casa contribuir bastante para o jogo, o Esporte tem que apresentar um futebol que supere tudo que foi apresentado até o momento no certame estadual.

“Vai ser um jogo extremamente disputado, haja vista que a vitória interessa para as duas equipes, só que será um jogo de extremos, um brigando na ponta e outro lutando na parte de baixo da tabela. Mas, estamos fazendo bons jogos, com exceção da partida contra o Botafogo. Mas nós precisamos não só jogar bem, mas sim conquistar a vitória”, completou o treinador do Esporte.

Sousa

Do outro lado, o Sousa vai em busca de manter a invencibilidade e encaminhar a classificação para a segunda fase da competição. Único invicto no campeonato, o Sousa ainda tem a vice-liderança do Grupo A ameaçada pelo Nacional de Patos, que pode ultrapassar o Dinossauro na próxima rodada, em caso de vitória do Esporte sobre o Sousa.

CSP x Treze

A última vez que o Treze marcou um gol foi no dia 28 de janeiro, contra o CSP, quando venceu por 3 a 1, pela terceira rodada do Campeonato Paraibano, em partida disputada no estádio Presidente Vargas. O último triunfo do Galo foi justamente neste jogo. Passados 41 dias, o time alvinegro volta a atuar contra o Tigre, agora pela oitava rodada da competição estadual, e vai tentar volta a vencer, às 16h no Almeidão.

Depois de ter vencido o CSP, o time do Treze atuou quatro vezes e perdeu todas, acumulando recorde negativo. Pois, além das derrotas nas últimas partidas, o Galo da Borborema também ostenta o jejum de não marcar nenhum gol.

Durante este período, o Treze trocou três vezes de treinador. Dispensou Maurílio Silva e contratou Marcinho Guerreiro que, por sua vez, deixou o clube e Kleber Romero assumiu o comando do elenco. Romero, que desempenhava as funções de assistente técnico e gerente de futebol, faz sua estreia hoje como treinador interino.

Sua responsabilidade é levar o Galo da Borborema a somar mais três pontos e fugir das ameaças de rebaixamento para a Segunda Divisão. O time soma seis pontos e está sendo perseguido pelo Grêmio Serrano, que tem um a menos e atua contra o Campinense.

O atacante Vanger admitiu a situação difícil, mas afirmou que elenco treinou forte durante os últimos dias para livrar o Treze de uma tragédia. “Cheguei para ajudar e vamos lutar para buscar a vitória. Trabalhamos para corrigir os erros nas jogadas ofensivas e temos de conseguir marcar os gols para somarmos os três pontos”, disse Vanger.

O CSP também atravessa uma situação complicada, pois tem apenas seis pontos e precisa vencer para não correr o risco de ser rebaixado. O Tigre vem de uma vitória de 4 a 1 sobre o Grêmio Serrano, em Campina Grande. Com isso, os comandados do treinador Josivaldo Alves estão empolgados prometendo uma nova vitória.

*Com informações de Lídice Pegado, do jornal CORREIO