Quatro mortes são registradas em João Pessoa entre sábado e domingo

revolver pretoPelo menos quatro homicídios foram registrados entre o início da noite de sábado (2) e a madrugada do domingo (3) em João Pessoa. Os assassinatos ocorreram nos bairros de Gramame, Geisel e Roger. De acordo com a Polícia Civil,  o último homicídio ocorreu por volta das 5h (horário local) deste domingo (3).

O primeiro crime ocorreu nas proximidades do condomínio Morumbi, no bairro de Gramame, na área conhecida como Novo Geisel. Um homem, de 46 anos, foi atingido por um tiro após um grupo reagir a uma abordagem policial. A vítima foi socorrida e encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, mas não resistiu aos ferimentos e morreu após dar entrada. A polícia conseguiu deter os suspeitos do caso.

No início da noite do sábado (2) outros dois homicídios foram registrados em João Pessoa. O primeiro deles ocorreu no bairro do Róger, onde uma vítima não identificada foi encontrada por moradores do bairro, que acionaram a polícia. A vítima foi atingida por disparos de arma de fogo nas proximidades da Comunidade do ‘S’. Segundo a polícia, testemunhas repassaram informações sobre suspeitos do crime.

Outro crime aconteceu no bairro de Gramame, onde a polícia encontrou o corpo de Edson da Silva Santos, de 25 anos, em uma mata próxima à rodovia de acesso à Praia do Sol. O corpo já estava em avançado estado de decomposição e, até o momento, não há mais informações acerca do crime.

Poucas horas depois, o sargento da Polícia Militar, Sandro Pereira da Silva, de 42 anos, morreu também no Hospital de Trauma de João Pessoa após ser baleado durante uma troca de tiros no bairro do Geisel. De acordo com a Polícia Civil, o PM fazia buscas com uma equipe do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM) por suspeitos de assaltarem um ônibus no bairro Valentina Figueiredo.

O policial foi atingido por estilhaços de um tiro de espingarda no rosto e no braço, levado ao Trauma de João Pessoa, mas morreu após uma sequência de paradas cardiorrespiratórias na madrugada deste domingo (3). Todos os suspeitos envolvidos nesta ocorrência foram detidos.

G1-PB