“Quem não aceitar vá para a Justiça” dispara Eliza Virgínia após CMJP aprovar título de cidadão pessoense a Bolsonaro

A votação do título de cidadão pessoense ao presidente Jair Bolsonaro mais uma vez causou agitação dentro do parlamento e nos corredores da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP).

Ao ser colocado em discussão o projeto e o próprio presidente foram alvos de duras críticas por parte dos vereadores.

O vereador Marcos Henriques chegou a chamar Bolsonaro de miliciano.

“João Pessoa não merece estar homenageando um miliciano” disparou.

Mesmo com as duras críticas sofridas, o projeto foi aprovado por 12 votos a 3 com duas abstenções.

Com o bate boca que se formou após a votação, a vereadora Eliza Virgínia foi dura quanto a aprovação da matéria:

“Quem não aceitar vá para a Justiça”.