Raíssa Lacerda adia decisão sobre assinatura na CPI da Lagoa e altera prazo para terça-feira

A oposição vai ter que esperar mais um pouco para que seja possível protocolar a CPI da Lagoa. É que a vereadora Raíssa Lacerda (PSD) resolveu adiar sua decisão de assinatura – ou não – do requerimento da CPI encabeçado pela bancada de oposição. A comissão, se instaurada, vai investigar irregularidades financeiras na obra do Parque da Lagoa, em João Pessoa.

“Ainda não, porque como em outras famílias com essa mudança de clima tem dado uma ‘gripezinha’ chata, e minha filha teve uma crise forte de sinusite. Então não tive tempo de terminar de ler todas as laudas [dos documentos da investigação]”, afirmou Raíssa Lacerda.

A vereadora informou que apenas na próxima semana deve se posicionar com relação ao assunto. Adiando assim as articulações da bancada oposicionista, que pretende o mais rápido possível protocolar o requerimento junto a Mesa Diretora. “Garanto a vocês que me posiciono até terça-feira, já que vou ter o final de semana para ler. Até terça-feira não passa minha resposta”, destacou.

A bancada do prefeito protocolou três CPIs para tentar ‘barrar’ a CPI da Lagoa, mas Raíssa acredita que pedidos não irão atrapalhar as intenções da oposição. “Não tem problema, porque não atrapalha a CPI da Lagoa, porque essa CPI não foi dada entrada. As três CPIs que estão aí não atrapalham em nada a da Lagoa. Até porque tem que ser estudado, porque já temos duas CPIs na Casa, e o regimento da Casa reza que só podem ficar três CPIs. Mas também não foi arquivada, porque a CPI da Lagoa nem foi dada entrada”, analisou a vereadora.

Blog do Gordinho