Raoni confirma descaso com a Saúde após relatório feito por deputado federais

Raoni confirma descaso com a Saúde após relatório feito por deputado federais

raoni saúdeO vereador Raoni Mendes (PTB) usou a Tribuna da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), na sessão ordinária desta terça-feira (20), para comentar a audiência pública realizada pela Comissão de Saúde da Câmara dos Deputados juntamente com a Assembleia Legislativa da Paraíba (AL-PB), na tarde desta segunda-feira (19). A reunião teve objetivo de debater a situação da saúde na Capital com base em visitas à instituições de saúde na manhã do mesmo dia.

O parlamentar comentou que a iniciativa da inspeção pelos parlamentares da Câmara dos Deputados se deu após o relatório feito pelo vereador Renato Martins (PSB), que visitou Unidades de Saúde do Município, e o enviou para os parlamentares federais da Paraíba. “Renato Martins documentou a ausência de médicos e medicamentos nas unidades. Encaminhou relatório e a Câmara Federal acatou a denúncia para realizar uma inspeção”, explicou o vereador.

Para Raoni Mendes, a CMJP deixou de participar da discussão quando o Plenário da Casa, em votação, não acatou requerimento de sua autoria para participar referida audiência pública. “Propus que a CMJP estivesse participando da sessão conjunta, mas o líder da situação, Marco Antônio (PPS), encaminhou para derrotar o requerimento, não teve interesse em reconhecer o debate”, afirmou.

“Estivemos no Ortotrauma de Mangabeira, constatamos superlotação e más condições ofertadas aos pessoenses. Das nove Unidades de Saúde da Família visitadas, apenas três tinham médicos. Vimos 24 ambulâncias paradas e quebradas, que poderiam estar prestando algum serviço à população. Fomos no Trauma do Estado e também encontramos problemas”, relatou o vereador.

O vereador Marco Antônio discordou do pronunciamento de Raoni Mendes. Para o líder da situação, a audiência teve apenas motivos eleitorais. Segundo Bosquinho (DEM), a maioria dos parlamentares que discutiam o tema eram possíveis candidatos a cargos nas eleições de 2016, ressaltando que o Sistema de Saúde da Capital atende também à Região Metropolitana de João Pessoa (RMJP), o que causa a superlotação das instituições.

“Existem vans do interior que vêm com pacientes para serem atendidos aqui. Tem que falar tudo isso. Não vi sugestão de uma solução para os problemas, apenas críticas. Temos problemas sim. Mas não podemos politizar esse assunto. A Saúde trata a vida das pessoas, temos que ter responsabilidade”, rebateu Bosquinho.

Zezinho Botafogo (PSB) e Renato Martins (PSB) ainda se pronunciaram para lamentar que a Casa não tenha participado oficialmente da audiência pública. “Foi uma infelicidade a CMJP não ter participado das discussões”, afirmou Renato.

O vereador Marco Antônio também abordou o assunto em seu pronunciamento na sessão desta terça-feira (20).

Blog do Gordinho