Raoni: “PMJP é caloteira”; Benilton nega débito: “Vou desmascará-lo”

Raoni: “PMJP é caloteira”; Benilton nega débito: “Vou desmascará-lo”

benilton e raoniLíder da oposição em João Pessoa, o vereador Raoni Mendes (PTB) acusou a Prefeitura de João Pessoa de passar um calote na Energisa, concessionária de energia.  O parlamentar afirmou, nesta quinta-feira (22), que, por causa de um débito de R$ 300 mil, a iluminação da BR 230 em João Pessoa pode ser cortada.

Governista, o vereador Benilton Lucena (PSD) negou o débito e descredibilizou o opositor: “O que Raoni fala não se escreve. Ele criticou uma espiga de milho que teria sido comprada por R$ 50,00, fez um estardalhaço maior do mundo. Eu fui, procurei ver, trouxe a nota fiscal e mostrei que era o preço de uma mão de milho e ele não pediu desculpa. Esse é mais um factóide. A prefeitura não deve absolutamente nada. Vou trazer novamente para desmascarar esta situação”. Para Benilton,  Raoni está enfrentando dificuldade devido o número de obras que a Prefeitura tem inaugurado.

Já a vereadora Eliza Virgínia (PSDB) rebateu Raoni, elencando as obras da Prefeitura e destacando que a gestão é o maior cliente da Energisa na cidade. A parlamentar disse que outras contas com a concessionárias estão pagas e classificou como comum o atraso.”Eles (a oposição) não têm o que falar, ficam procurando chifre em cabeça de cavalo e começam a coisas normais que acontecem em qualquer grande prefeitura, em qualquer grandes empresa. Uma conta de R$ 300 mil é ínfimo. Isso é tempestade em copo de água”.

Écliton Monteiro – MaisPB