RC acusa AL de ‘golpe baixo’, diz que oposição tem medo de enfrentá-lo nas urnas e desafia Ricardo Marcelo

raparigaO governador Ricardo Coutinho (PSB) reagiu à decisão da Assembleia Legislativa em pedir uma audiência das contas relativas ao ano de 2011 e acusou a Casa de ‘golpe baixo’. O socialista também afirmou que a oposição tem medo de enfrentá-lo nas urnas e desafiou a presidência da Casa à analisar as próprias contas.

“Se é para fazer o correto, vamos analisar de todos”, destacou o governador após solenidade na Academia de Polícia Civil da Paraíba (Acadepol) nesta quinta (3).

 

Para Coutinho, a não aprovação das contas na Comissão nesta quarta (2) foi um ‘golpe baixo’ da Assembleia e desafiou o presidente da Casa, deputado Ricardo Marcelo (PEN), a analisar as contas não só dos gestores anteriores, mas também, da atual mesa diretora.

 

De acordo com Coutinho, a oposição tem medo de enfrentá-lo nas urnas e por isso estão tentando torná-lo inelegível. O gestor também fez um paralelo da decisão da Comissão de Orçamento com o Golpe Militar de 1964, ele lembrou a data – o golpe completou 50 anos da madrugada do dia 31 de março para 1° de abril – destacou que seu projeto político vem dando certo e a oposição tem ‘medo’ e quer torná-lo inelegível.

Marília Domingues / Anderson Soares