Não posso estourar o Estado e preciso que a Justiça tenha a compreensão, disse RC

RC classifica concurso da PC de 2008 como bomba de efeito retardado, mas garante nomear aprovados

ricardo policiaEm entrevista que repercutiu na Rádio Caturité AM, o governador Ricardo Coutinho (PSB) , classificou concurso da Polícia Civl de 2008 como bomba de efeito retardado.

– A pessoa que fez esse concurso simplesmente construiu bombas de efeito retardado para estourar depois. Não posso estourar o Estado e preciso que a Justiça tenha a compreensão que é a defesa dos interesses do Estado como um todo. Vou cumprir tudo dentro da possibilidade do Estado – apontou. O concurso foi realizado na gestão do então governador Cássio Cunha Lima (PSDB), hoje adversário político de RC. Segundo o socialista, o responsável pela realização do concurso, não tinha ciência nem piedade da situação do Estado.

– A Lei de Responsabilidade é clara, nós fechamos o ano em função da queda de receita dos recursos advindos do FPE. Nossa política de arrecadação fiscal está tendo boa evolução desde 2011 e vem mantendo o ritmo. Você não pode chegar e dizer “entra 500 pessoas”, por mim nomeava todos. Nem fui eu que fiz esse concurso, esse concurso é obra da irresponsabilidade de gente que, quando governou, não teve a menor piedade de uma coisa chamada Estado – reclamou.

Ricardo afirmou que a Justiça precisa compreender que o governo deve agir de forma responsável e disse que não pode estourar o Estado. Ele garantiu ainda que vai nomear os aprovados do concurso e explicou que o repasse do FPE foi reduzido e as despesas foram ampliadas.

PBAgora