Real Madrid não aproveita derrota do rival Barcelona e só empata com Bétis no Bernabéu

A rodada tinha tudo para ser perfeita para o Real Madrid. Com a derrota do rival Barcelona para o Levante, bastava um triunfo simples sobre o Bétis para os merengues assumirem de forma isolada a liderança do Campeonato Espanhol. No entanto, quando a bola rolou no Santiago Bernabéu, não foi o que aconteceu. Em jogo equilibrado, o time de Zidane até tentou, mas não conseguiu balançar as redes: 0 a 0.

Com o empate, o time de Madri chega a 22 pontos e igual a pontuação do time catalão. Porém, nos critérios de desempate, os blaugranas permanecem no topo da competição. Placar zerado Jogando em casa, o Real Madrid partiu para cima do Betis. Logo aos dois minutos, Kroos bateu escanteio, Sergio Ramos desviou, mas Casemiro acabou furando uma tentativa de puxada.

Pouco depois, Modric fez lindo corta-luz, Benzema ficou na boa e bateu cruzado para ótima defesa de Robles. Aos oito, Hazard recebeu de Benzema na ponta direita, passou bem pela marcação, invadiu a área e bateu firme para abrir o placar. No entanto, após análise do VAR, foi flagrado o impedimento do jogador belga. Nada feito.

A resposta dos visitantes surgiu aos 23. Moreno cruzou rasteiro para a entrada da área, e Fekir chegou batendo com muito veneno! A bola saiu à esquerda do gol de Courtois. Quase! Nos minutos finais, uma grande chance para cada equipe. Do lado merengue, Modric lançou, Benzema ajeitou de peito com estilo, e Sergio Ramos chegou batendo para defesaça do goleiro do Betis! Na resposta, Los Verdiblancos quase surpreenderam com Loren, que finalizou de muito longe e fez o goleiro madridista voar para mandar para escanteio.

Pressão merengue, mas nada de gol Na volta do intervalo, os merengues mantiveram a postura ofensiva em busca do primeiro gol, mas esbarraram num adversário compacto, que não facilitou as coisas para os blancos. Aos 18, a primeira boa chance da etapa complementar. Kroos abriu bela bola para Mendy, que disparou e sai cara a cara com Robles.

Porém, na hora da finalização, o francês tentou cavar e desperdiçou grande oportunidade. Buscando aumentar a o volume e a intensidade de seu ataque, Zinedine Zidane chamou o brasileiro Vinícius Júnior para o lugar de Rodrygo. A entrada do ex-flamenguista trouxe a mobilidade esperada, porém, o último passe seguiu sendo um problema.

Nos minutos finais, o Real foi para o tudo ou nada. Vinícius, duas vezes, e Sérgio Ramos estiveram bem perto da vitória, mas as redes permaneceram intactas no Santiago Bernabéu.

O Gol