Rebeldes da Síria tomam maior parte de cidade considerada bastião do Estado Islâmico

Rebeldes da Síria tomam maior parte de cidade considerada bastião do Estado Islâmico

estado islamico rebeldesEstado Islâmico(Islamic State/Reprodução/AFP)

Forças rebeldes da Síria tomaram o controle nesta quinta-feira da maior parte de uma cidade próxima da fronteira turca considerada um bastião do Estado Islâmico (EI), informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos. O grupo de monitoramento disse que os rebeldes que lutam sob a bandeira do Exército Livre da Síria tomaram a maior parte da cidade de Al-Rai, em Aleppo, província do norte do país, e ocuparam a principal passagem dos extremistas do EI para a Turquia.

Uma ofensiva rebelde persistente perto da fronteira turca nesta semana, que lhes permitiu capturar uma série de vilarejos, enfraqueceu o último ponto de apoio do EI em uma área identificada pelos Estados Unidos como uma prioridade no combate aos extremistas. A derrota aconteceu onze dias após oExército sírio retomar o controle sobre a cidade histórica de Palmira.

Sequestro – Mais de 300 funcionários de uma fábrica de cimento na Síria foram sequestrados pelos terroristas do EI nesta quinta-feira. O ataque à fábrica Al Badia aconteceu em Dumeir, a 40 quilômetros da capital Damasco. Segundo a agência de notícias estatal síria SANA, um policial local viu cerca de 125 empregados na fábrica sendo transportados em veículos do Estado Islâmico para Ghouta, subúrbio de Damasco. A companhia informou ao Ministério da Indústria que não conseguiu contatar as pessoas sequestradas, de acordo com a agência de notícias.

(Com Reuters)