reginaldo-pereira

Reginaldo Pereira volta a cena política e acusa justiça de tirar mandato de prefeito de Santa Rita

reginaldo-pereiraO ex-prefeito de Santa Rita, Reginaldo Pereira, sem partido, em entrevista no ‘Tambaú Debate’ , apresentado por Guto Brandão, nesta quinta-feira (5)  quebrou o silêncio e fez declarações bombásticas referente a sua gestão da prefeitura de Santa Rita, que levou a perda de seu mandato por processos Geo Político Administrativo impetrado pela Câmara de Santa Rita, que levou seu afastamento por duas vezes chegando a perda total do mandato, em sua falação o ex-prefeito cassado disse que não cometeu nenhum crime e foi afastado sem provas e simultaneamente acusou o desembargador  Abraham Lincoln da Cunha Ramos e o Juiz da Comarca de Santa Rita Gustavo Procópio pelo o seu afastamento e perda de mandato durante 25 meses, além da promotora do patrimônio público Anita Bethânia da Rocha.

“Não cometi nenhum crime, após afastado da prefeitura ingressei na justiça e tive os direitos negados, a própria Câmara de Santa Rita reconheceu os erros processuais e retornei a prefeitura quando iria dar continuidade ao projeto de campanha fui impedido mais uma vez assumindo em meu lugar o cargo de prefeito o vice-Netinho (PR), foi uma verdadeira batalha sem fim inclusive com a interferência da justiça que me prejudicou o meu mandato eleito pelo povo democraticamente, e os acusou a justiça por abuso  de autoridade e que hoje está em voga em Brasília que o Abrahan Lincoln e o Gustavo Procópio são contra a Lei que disciplina o Abuso de Autoridade por que o que fizeram com ele (Reginaldo Pereira) foi tortura, fiquei no exílio e calado no silêncio dois anos e um mês, fui humilhado, desmoralizado, e pergunte a eles qual foi o crime que cometi ? é ´por isso, que estou indo ao CNJ”, declarou o ex-prefeito Reginaldo Pereira.

O ex-prefeito cassado disse ainda que, ás autoridades praticaram arbitrariedade contra mim (prefeito), é tanto que, me deixaram fora da prefeitura e a justiça tem conhecimento tinha consciência da situação e que não pratiquei nenhum crime, a justiça sabia do quandro de Santa Rita e realizaram todo tipo de manobra com isso, estou impetrando ação no Conselho Nacional de Justiça – CNJ, para que esse tipo de ação não venha acontecer em Santa Rita e nem em outra cidade, desabafou o ex-prefeito cassado.

Reginaldo Pereira revelou ainda que a época quando prefeito possui-a na situação a maioria da bancada de sustentação foi dai, quando o presidente da Câmara Joselito Carneiro iniciou uma conversação com os vereadores arquitetada com o vice-prefeito Netinho pra tirar meu mandato de prefeito e eles fazer o que quiser com os cargos da prefeitura de Santa Rita, foi ai que foi orquestrado uma manobra e a Câmara teria anulado o processo e o juiz não acatou a decisão  de um poder e iniciou contra mim uma manobra e a lei foi usada do jeito dele e a vontade do Juiz um absurdo, em um país sério isso daria o quê? enfatizou Reginaldo Pereira.

Contudo, o ex-prefeito cassado Reginaldo Pereira desafiou o desembargador Abrahan Lincoln para mostrar aonde ele cometeu crime e ele deve explicações por que minhas liminares impetradas pela banca de advogacia passou um ano e um mês com uma apelação na gaveta, com isso estou representando o juiz Gustavo Procópio e todos que me prejudicaram em obstrução de meu mando de prefeito que foi interrompida de forma ilegal com a maior injustiça que hoje parti para a realidade não ficando mais calado, frisou Reginaldo Pereira.

Por Fim, Reginaldo Pereira fez uma avaliação de quando assumiu a prefeitura de Santa Rita, como recebeu e as ações investidas em período que esteve como prefeito. Ele disse ainda que a época recebeu a prefeitura com um déficit de mais de 200 milhões, fora os salários atrasados e a prefeitura com 13 Cadin, que no momento que que iria alavancar o planejamento de sua gestão foi impedido pela justiça, pelos quais, não quis aconselhar o novo prefeito que assumiu a prefeitura de Santa Rita semelhante a quatro anos atrás, lembrou o ex-prefeito cassado Reginaldo Pereira.

Lamartine do Vale