Requerimento de vereador trás solução para a mobilidade urbana de Santa Rita

padi doisHá poucos mais de quinze dias o trânsito interno da cidade de Santa Rita, obteve uma melhora significativa se não fosse um requerimento do vereador Leomar Amaro Coelho (PT) o popular Padi Leomar que solicitou desde o início de seu mandato ao departamento de transporte e trânsito da prefeitura que viabilizasse um estudo para tornar a Avenida Flávio Ribeiro Coutinho mão única no centro da cidade.

O vereador justificou que a Avenida Flávio Ribeiro Coutinho é uma via de mão dupla e considerando que nos últimos anos a área comercial local expandiu com a abertura de grandes loja de eletros e rede de supermercados, considerando também que o número de registro de quase 18 mil veículos trafegando pela cidade afora que o município de Santa Rita  se limita com dezoito municípios, pelos quais é a via principal da saída da capital para todas as cidades paraibanas que ninguém que possui um veículo teria que trafegar na cidade em certos horários ou trajetos maiores exigindo gastos para não ter que esperar por longas filas quilométricas parado no trânsito, argumentou Padi Leomar.

Conforme o vereador petista Padi Leomar mesmo antes de assumir o mandato já era uma preocupação de encontrar uma solução com o poder público para torná-lo como uma via fluidez constante que a bastante tempo não se trafegava em Santa Rita, como está acontecendo nos últimos quinze (15), a Avenida tornou-se mão única e os veículos  e pedestres circulam bem na cidade, foram vários estudos para viabilizar para encontrar uma solução para não prejudicar outro trajeto e não criar o caos como existia na cidade, disse o vereador.

Padi Leomar ressaltou ainda que essa via tornou-se um ponto crucial para quem utiliza, com constantes engarrafamentos antes os sábados e domingos, agora diariamente. O vereador afirmou ainda que na Avenida Flávio Ribeiro Coutinho esta localizada o único hospital na cidade,  que de acordo “com depoimentos de motoristas das unidades de saúde que prestam serviços de emergências para socorrer vidas era um verdadeiro sufoco levando perigo a vida de quem nós estávamos socorrendo e hoje com essa via com mão única fica o trânsito livre de acesso para quem chega ou sai da cidade”, esclareceu o parlamentar.

Lamartine do Vale, do Paraíba Urgente.