Revista Nacional descarta vitória de Lucy no The Voice, mas paraibana acredita e pede voto - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Revista Nacional descarta vitória de Lucy no The Voice, mas paraibana acredita e pede voto

de voice 1A cantora, instrumentista e novo ícone da música paraibana, Lucy Alves, finalista do programa The Voice Brasil destacou na sua rede social Facebook um protesto a uma matéria publicada na revista Veja desta semana.

A publicação salientou que ‘Lucy Alves e Rubens Daniel conquistaram as duas vagas restantes, pelos times de Carlinhos Brown e Daniel, respectivamente, mas têm poucas chances de vencer diante das vozes das equipes de Lulu Santos e Claudia Leitte’. Diz ainda na matéria que Pedro Lima e Sam Alves, candidatos de Lulu Santos e Claudia Leitte são os favoritos da disputa.

 

Citar favoritos talvez não tenha sido desrespeitoso, mas a forma como a paraibana foi ‘descartada’ é clara na matéria e isso causou revolta tanto na concorrente como de seus fãs e do outro concorrente da disputa Rubens Daniel.

Confira o desabafo da paraibana e a matéria da veja abaixo:

Confira a matéria da Veja:

‘The Voice Brasil’: final será entre Pedro Lima e Sam Alves

Lucy Alves e Rubens Daniel também foram classificados para a última etapa, que tem os candidatos de Lulu Santos e Claudia Leitte como os favoritos

Pollyane Lima e Silva
Pedro Lima e Sam Alves estão na final do 'The Voice Brasil'Pedro Lima e Sam Alves estão na final do ‘The Voice Brasil’ (Divulgação/TV Globo)

Sem grandes surpresas, os dois maiores favoritos desta segunda temporada do The Voice Brasil passaram facilmente pela semifinal. Pedro Lima e Sam Alves confirmaram a popularidade impressionante que despontou nas redes sociais desde que abriram a boca pela primeira vez e estão na final. Lucy Alves e Rubens Daniel conquistaram as duas vagas restantes, pelos times de Carlinhos Brown e Daniel, respectivamente, mas têm poucas chances de vencer diante das vozes das equipes de Lulu Santos e Claudia Leitte. Nesta rodada, os votos eram somados a 30 pontos que os técnicos distribuíam a seu gosto.

Pedro Lima foi o primeiro classificado. Cantou Coleção contra o Hoje é Ainda é Dia de Rock, de Luana Camarah. Foi uma apresentação “demolidora” contra um show “corretíssimo” – como bem definiu o técnico Lulu Santos. “Luana é uma leoa”, disse ele, mas Pedro “se agiganta quando canta”, completou. “Eu estou diante da voz do Brasil, ela me basta”, derreteu-se, levando o fluminense às lágrimas, da mesma forma como o jovem de 25 anos e 1,65 metro de altura fez com o tutor durante sua interpretação. Lulu deu 20 pontos a ele e 10 para a paulista. Nem precisava: Pedro já havia arrebatado 66% dos votos do público.

Como Boninho, o diretor, de bobo não tem nada, deixou Sam para encerrar o programa. O time de Brown foi o segundo a subir no palco, e Lucy Alves cantou pela primeira vez sem qualquer instrumento. E perdendo a muleta da sanfona perdeu também parte do charme da voz. Seu frevo de Festa do Interior foi sufocada pela Travessia de Marcos Lessa. Foi o “rei” contra “uma artista completa”, mas que ganhou o carisma do público, levando 67% dos votos. O técnico preferiu distribuir igualmente os pontos dele – fazendo jus a sua postura sempre em cima do muro -, e sem interferir na decisão popular.

Foi uma noite em que o público só tratou de ratificar os votos dados na semana passada. Rubens Daniel escolheu a única canção em inglês, Yesterday, para enfrentar Meu Grande Amor, por Cecília Militão. O técnico Daniel acompanhou toda a apresentação dela com acenos positivos com a cabeça, mas foi Rubens quem ele aplaudiu de pé. “Cecília já chegou pronta e faz bem aos meus ouvidos”, e “esse garotinho, começou super bem, mas agora está preparadíssimo”. E com a máxima “a voz do povo é a voz de Deus”, deixou ambos em pé de igualdade, dando também 15 pontos para cada. O povo escolheu Rubens Daniel, que ficou com 68% dos votos.

E a gripe, que preocupou Sam Alves e seus fãs nesta quinta, nem deu sinal. A apresentação deVocê Existe em Mim foi primorosa – lembrando seus dois grandiosos momentos no programa, nas audições e nas batalhas. Gabby Moura defendeu com unhas e dentes sua vaga, transformando o palco em uma roda de samba com Alguém me Avisou. Mas se ela fez Claudia Leitte sambar o tempo todo, ele deixou a tutora aos prantos. “Gaby é uma rainha”, “Sam é um anjo”, resumiu. Vinte dos pontos ficaram com ele, que a essa altura já havia conquistado a maior pontuação da noite: nada menos que 84% só no voto popular.

A votação para a final foi imediatamente aberta, e seguirá por toda a semana. Mais uma vez, a popularidade é que vai fazer a diferença. Então, não é exagero dizer que se trata, na verdade, de um duelo. De vozes e histórias. Entre Sam, o menino abandonado em uma caixa de sapatos quando recém-nascido, e Pedro, o cantor de chuveiro que não cabe mais no banheiro de casa.

Lucy Alves, paraibana, de 27 anos (Time Brown)

Audições: Impressionou ao subir no palco com sua sanfona para cantar Que nem Jiló, de Luiz Gonzaga. Lulu também virou, mas disse que queria vê-la cantar sem a parceira. Ela ficou com Brown.

Batalhas: Enfrentou a também regionalista Khrystal, cantando uma versão de Gostoso Demais com Isso aqui tá Bom Demais, de Dominguinhos. Mais uma vez, Brown optou por ela e a sanfona.

Tira-teima: Sem se desgrudar do instrumento favorito, cantou Segue o Seco, composição de Carlinhos Brown, que fez sucesso na voz de Marisa Monte. Depois que o público dispensou Heverton, o técnico abriu mão da dupla Angelo e Ângel  para ficar com ela.

Quartas de final: Lucy trocou seu instrumento favorito pelo piano, mas se manteve fiel ao repertório escolhendo Disparada, de Geraldo Vandré, para cantar. Agradou tanto que foi salva pelo público com 61% dos votos do time de Brown.

Veja

 Lucy também usou as redes sociais para pedir votos e agradeceu ao Brasil que votou nela até agora e a levou até o final. Ela postou uma mensagem no Facebook e um vídeo:

Lucy Alves: “Alô meu Brasil querido, obrigada!” Ela chegou lá com ajuda de vocês. A final é na próxima quinta-feira! Vamos mais uma vez votar em Lucy Alves. Pode votar quantas vezes quiser. Pela internet no endereçowww.globo.com/thevoice, pelo telefone 0303 108 8401 ou envie um SMS para 88401! Vamos votar muito e garantir a vitória da música brasileira.

Confira o Vídeo de Lucy lançado no sábado em sua página do Facebook pedindo votos para que o Brasil que dê a vitória nesta quinta-feira (26):

 Veja