Ricardo acusa Oposição de mentir sobre IPVA e cobra desculpas

O projeto que altera regras para cobrança do IPVA continua causando conflito entre Governo do Estado e Oposição. Nesta sexta-feira (29), o governador Ricardo Coutinho (PSB) acusou deputados estaduais de mentirem sobre o projeto e praticar a “política do terrorismo”.

“Quando não se tem capacidade de ler e entender, não se tem capacidade para representar ninguém. Não se pode fazer a política do terrorismo. Essa oposição vive do terrorismo”, afirmou Coutinho.

Ele relembrou o caso da contratação de organizações sociais para administrar setores da educação, que foi chamada pela Oposição de terceirização, e o fim do racionamento nas cidades abastecidas pelo açude de Boqueirão.

Segundo Coutinho, a multa de 100% será aplicada em caso de fraudes. Para ele, os responsáveis por fraudar o imposto devem ainda responder a processo e ir para a cadeia.

“Esses deputados, mentindo sobre o projeto, precisam pedir desculpas”, afirmou.

Perda de partidos aliados

Na iminência de perder dois partidos em sua base aliada, o governador Ricardo Coutinho minimizou as mudanças no comando do Patriotas e Livres. “Se os partidos saírem e os agentes políticos ficarem eu não tenho nenhum problema com isso”, afirmou.

O governador aproveitou para ressaltar a necessidade de uma reforma política, levando em consideração que partidos surgem e “se evaporam”.

Confira a entrevista do governador:

MaisPB