João Pessoa 22/03/2019

Início » Política » Ricardo assume protagonismo na disputa pela Mesa da ALPB e diminui papel de João Azevêdo

Ricardo assume protagonismo na disputa pela Mesa da ALPB e diminui papel de João Azevêdo

Alguém precisa ter coragem para dizer a Ricardo Coutinho que ele não é mais governador da Paraíba. O mandato acabou em 31 de dezembro de 2018. É preciso deixar João Azevêdo imprimir um governo com identidade. Até agora, o governo continua nas mãos de Ricardo. Ele escolheu os secretários e assumiu o protagonismo da disputa pela eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa.

Ricardo chegou ao cúmulo de declarar em entrevista à imprensa que vai discutir com os deputados a eleição da Mesa Diretora da ALPB, como se de fato, ainda continuasse no poder. Sem ao menos se importar no constrangimento para João Azevêdo. A postura revela o caráter controlador e dominante de Ricardo.  Na ânsia de mostrar força após deixar o governo, reduz o papel de Azevêdo colocando em xeque a autonomia e liderança do seu aliado.

Que Ricardo vai continuar mostrando que ele é quem manda e tem o controle do governo – sem nenhum pudor ou constragimento – não resta dúvida. Resta saber se João Azevêdo vai impor limites nessa delicada relação com Ricardo. O ex-governador merece todo respeito e méritos pela condução de João ao Palácio da Redenção, mas não tem o direito de tentar governar o estado pela terceira vez consecutiva. João não merece esse tratamento. A Paraiba repudia esse tipo de comportamento.

Blog do Anderson Soares