River chega a acordo com Justiça do Paraguai, e De La Cruz poderá jogar contra Cerro

River chega a acordo com Justiça do Paraguai, e De La Cruz poderá jogar contra Cerro

Depois de se apresentar e depor para a Justiça do Paraguai, o meia uruguaio Nicolás de la Cruz, do River Plate, foi liberado e poderá enfrentar o Cerro Porteño, quinta-feira (29), pelas quartas de final da Libertadores.  O jogador foi chamado a depor pelas autoridades paraguaias por conta de uma briga com policiais locais em 2016, quando jogou no país a final da Libertadores S20, contra o São Paulo.

As autoridades paraguaias foram até a concentração dos Millionarios para intimar o jogador por agredir policiais há três anos. O jogador se apresentou com o presidente do River, D´Onófrio, e chegou a um acordo com as autoridades locais, alegando que não havia sido notificado da acusação.

Foram pagos para os paraguaios oito mil dólares como uma espécie de seguro caso o jogador não cumpra com o combinado de, a cada três meses, se apresentar no Consulado do Paraguai na Argentina para se colocar à disposição da Justiça Paraguaia. O dinheiro será doado para caridade. De la Cruz se coloca, então, à disposição de Marcelo Gallardo para o jogo decisivo de quinta, valendo vaga na semifinal da Libertadores.

O River Plate venceu a ida, por 2 a 0, e pode perder por até um gol de diferença para avançar.

O Gol