RJ: Nova fase da Lava Jato mira esquema de extorsão na Receita Federal

Operação executa 14 mandados prisão e 39 de busca e apreensão

A força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro executa 14 mandados de prisão nesta quarta-feira (2). De acordo com informações do G1, membros da Polícia Federal (PF) e da Receita Federal (RF) mobilizaram 32 equipes para a chamada Operação Armadeira, que tem como objetivo investigar um esquema de extorsão dentro da própria RF.

Informações preliminares apontam que os funcionários da Receita extorquiam empresários alvos da Lava Jato em troca de redução ou cancelamento de multas. Um dos 14 procurados é o auditor Marco Aurelio Canal, supervisor de Programação da Receita na Lava Jato do Rio.

Além dos mandados de prisão, a operação também executa outros 39 de busca e apreensão, todos expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal.

Confira os nomes dos procurados:

  • Daniel Monteiro Gentil;
  • Elizeu da Silva Marinho;
  • José Carlos Lavouras;
  • Marcial Pereira de Souza;
  • Marco Aurelio da Silva Canal;
  • Monica da Costa Monteiro Souza;
  • Narciso Gonçalves;
  • Rildo Alves da Silva;
  • Sueli Monteiro Gentil;
  • Alexandre Ferrari Araujo;
  • Fabio dos Santos Cury;
  • Fernando Barbosa;
  • João Batista da Silva;
  • Leonidas Pereira Quaresma.
  • Jovem Pan