Romero espera humildade dos pré-candidatos do PSD para não repetir em 2020 erros das eleições estaduais

Romero espera humildade dos pré-candidatos do PSD para não repetir em 2020 erros das eleições estaduais

No comando do PSD estadual, o prefeito Romero Rodrigues, pediu humanidade aos pré-candidatos a PMCG em 2020, para não repetir os mesmos erros das eleições estaduais do ano passado.

Além de tentar agregar filiados e possíveis postulantes para as eleições de 2020, em vários municípios, o presidente tenta amenizar os ânimos dos já lançados pré-candidatos do partido.

Em entrevista à Rádio Campina FM, Romero disse que este não é o momento de definir nomes, mas que deverá observar, dos nomes postos, além dos aliados, quem pode seguir o projeto colocado no município desde 2012.

Romero ressaltou que precisa haver bom senso e quando a escolha do nome ocorrer, ele espera desprendimento dos demais pré-candidatos.

– Política não se faz apenas de uma eleição. Se me foi facultada a coordenação nesse processo, vamos ser corretos e escolher o candidato que tiver melhor no período e, fazendo essa escolha, marcharmos todos juntos para o processo do próximo ano. E eu, como membro, vou colaborar porque não sou candidato e quero me envolver bastante na eleição, para que seja dada sequência do que estamos desenvolvendo na cidade, com ações e obras estruturantes. Se tiverem humildade e acharem que posso contribuir, temos um conjunto de fatos, obras e ações que podem fortalecer essa candidatura. Precisamos discutir para escolhermos e apresentarmos uma candidatura própria, para que seja fortalecida, objetivando o sucesso no processo eleitoral do próximo ano – disse.

Pelo menos oito políticos da base de Romero, dos quais, três do PSD,, já manifestaram o desejo de disputar o Palácio do Bispo em 2020.

No passado, o prefeito Romero Rodrigues, ainda no PSDB e o prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo (PV), pretendiam disputar as eleições estaduais. Como os dois não conseguiram unificar o discurso das oposições, resolveram retirar as candidaturas, fortalecendo assim, o projeto do então governador Ricardo Coutinho (PSB), que elegeu em primeiro turno o seu sucessor João Azevedo (PSB).

Severino Lopes

PB Agora