Rômulo admite que parte da bancada do PSD apoia impechment, mas diz que decisão será coletiva

Rômulo admite que parte da bancada do PSD apoia impechment, mas diz que decisão será coletiva

romulo_gouveia_foto-divulgacaoO deputado federal e presidente estadual do PSD, Rômulo Gouveia, admitiu que parte da bancada de seu partido defende o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), apesar de ter o dirigente nacional da legenda, Gilberto Kassab, como ministro das Cidades. O paraibano preferiu não antecipar seu posicionamento em relação à matéria que tramita na Casa.

“O partido está na base do governo, mas uma boa parte tem o entendimento de rompimento. Como sou vice-líder do partido, estou na linha de frente e vamos ver quem está contra e quem está a favor, não vai ser uma coisa individual”

Ele lembrou que não votou em Dilma Rousseff (PT) nas eleições passadas por questões locais que o levaram a apoiar o senador Aécio Neves (PSDB).

Rômulo Gouveia também comentou a sucessão eleitoral de Campina Grande e defendeu um nome da oposição para ser o vice do prefeito e candidato a reeleição, Romero Rodrigues (PSDB).

Blog do Gordinho