Rômulo diz que não se encaixa na pecha de ‘traidor’: “Não estou contra Cássio! Não mudei discurso!”

Romulo osição firmeDono de posições firmes, o vice-governador paraibano Rômulo Gouveia (PSD) não se furtou a responder questionamentos sobre o seu futuro político e disse que a ‘pecha’ de traidor não cabe a sua pessoa.

O ex-aliado da família Cunha Lima durante décadas, fez questão de dizer que não traiu o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), principal responsável por encaminhá-lo na vida pública.

“Eu não estou contra Cássio. Apenas estou num projeto que começou em 2010. Não mudei de discurso e não seria confortável ir de encontro a um projeto que defendo até hoje”, enfatizou, anunciando que pretende conversar com lideranças dissidentes do PSDB.

Abrindo o ‘coração’ o presidente estadual do PSD, explicou os motivos que o fizeram continuar a abraçar o projeto socialista capitaneado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB).

“Não tenho nenhum motivo para romper com o governador e por interesse pessoal deixar o governo e embarcar no espaço da oposição”,disse o pré-candidato ao Senado Federal.

Se intitulando um homem de posição, Rômulo salientou que está absolutamente tranquilo e que não se arrependeu de seu posicionamento político:

“As pesquisas apontam primeiro que Cássio é favorito, e segundo, que o governo tem dificuldades e por esses fatores deixar o governo seria relegar a minha marca de lealdade”, arrematou.

E você amigo internauta, achou correto o caminho trilhado pelo vice-governador Rômulo Gouveia? Opine no espaço destinado aos comentários.

Henrique Lima 

PB Agora