Ronda afirma que dieta de lutadora a faz perder peitos e bunda

Ronda afirma que dieta de lutadora a faz perder peitos e bunda

ronda-sports-illustrated

Ter que conciliar a vaidade feminina com a rotina de treinos e lutas de uma atleta profissional de MMA não é nada fácil. E Ronda Rousey sabe muito bem disso. Campeã dos galos (61 kg) do Ultimate, a loira tem um dieta bastante regrada quando está próxima de subir no octógono.

Adepta da dieta de Mike Dolce, que basicamente consiste em comer o quanto quiser, mas não o que quiser, Ronda confessa que não há sensação melhor do que poder se sentir ‘cheia’ após cada refeição.

“(A dieta) Não é muito para o gosto, é mais para o sustento. Eu só fico feliz com o estômago cheio. Não é algo ruim se sentir cheia e satisfeita. Eu não conto calorias mesmo. Não tenho ideia do quanto como por dia. Não tem nada nutritivo que falta na minha dieta”, afirmou Ronda, em entrevista ao site ‘Cosmopolitan’.

Quando não está próxima de lutar, a campeã do UFC costuma pesar cerca de 68 kg. Nessa época, Ronda admite que seu corpo ganha formas que a deixam orgulhosa de si mesmo, como mais peitos e bunda. Entretanto, logo depois vem a dieta para alguma luta e novamente ela se transforma. De acordo com a loira, tudo tem seu lado bom e ruim.

“Se eu estou bem magra, ganho abdômen, mas se não estou, tenho seios. Então você tem que escolher. Essa é a razão pela qual não existem peitos nas Olimpíadas. É uma escolha. Quando estou mais pesada, minha bunda parece linda. Quando estou magra é o meu abdômen que está bem”, concluiu.

Ronda está próxima de entrar na fase mais agressiva da dieta. Isso porque ela encara a também americana Holly Holm no dia 14 de novembro, na luta principal do UFC 193, em Melbourne (Austrália).

Band