João Pessoa 23/05/2019

Início » Esporte » Rosario surpreende, mas Grêmio busca empate na estreia da Libertadores

Rosario surpreende, mas Grêmio busca empate na estreia da Libertadores

Em sua estreia na Copa Libertadores, o Grêmio encontrou dificuldades diante do Rosario Central, na Argentina. Após sair atrás do marcador, levando gol no primeiro minuto, os comandados de Renato Gaúcho mostraram poder de reação e buscaram o empate: 1 a 1. Com a igualdade, o Tricolor Gaúcho divide a segunda colocação do Grupo H com os argentinos. A liderança é do Libertad, do Paraguai, que goleou a Universidad Católica, do Chile, no outro jogo da chave. Rosário marca no início, mas Grêmio empata Em solo argentino, o Grêmio começou a partida sendo surpreendido.

Logo no primeiro minuto, Molina lançou Gil livre pelo lado esquerdo, que cruzou na cabeça de Zampedri. O centroavante venceu o duelo com Geromel e testou no contrapé de Paulo Victor: 1 a 0. Os brasileiros mostraram poder de reação e foram para o campo de ataque. Pouco depois, Vizeu aproveitou roubada de bola de Marinho e deixou Everton na cara do gol. O cebolinha passou bonito pela marcação, mas parou em defesaça de Ledesma.

A igualdade no placar não demorou a sair. No minuto seguinte, Everton, de novo ele, recebeu lançamento de Marinho, passou na velocidade por dois marcadores, e finalizou no canto do goleiro para deixar tudo igual no marcador. Após empatar a partida, os gremistas seguiram com o controle do jogo, mas continuavam dando espaço nas jogadas aéreas.  A equipe brasileira voltou a assustar aos 27. Após bela troca de passes, Leonardo recebeu pela direita e cruzou na cabeça de Felipe Vizeu. O centroavante testou firme, mas lá estava Ledesma para evitar a virada do Imortal.

A bola ainda pegou no travessão antes de sair da direção do gol. Do outro lado, Zampedri seguia sendo o mais perigoso. O atacante travou uma batalha com dupla de zaga gremista e fez bem a parede para Gil, que chegou soltando uma bomba e obrigou Paulo Victor a fazer uma linda defesa. Jogo truncado e empate mantido Ao contrário do que foi o primeiro tempo, a etapa complementar começou mais pegada que jogada no Gigante Arroyito.

As tramas ofensivas e oportunidades de gol deram lugar ao excesso de faltas e lances truculentos. Com Luan apagado, o técnico Renato Gaúcho optou por sacar o camisa 7 para colocar o jovem Matheus Henrique. O volante, com apenas alguns segundos em campo, tratou de levar perigo para Ledesma, em chute de fora da área, que obrigou o arqueiro do Rosario a mandar para escanteio.

Aos 30, o Grêmio até que chegou ao gol da virada. Porém, o atacante Everton, que aproveitou confusão entre Marinho e Maicon, estava em condição de impedimento no momento da finalização O Imortal, apesar de ter mais posse de bola, não agredia seu adversário, que começou a demonstrar certo cansaço. O time gaúcho trocava passes na intermediária e, com muita paciência, procuravam uma brecha na defesa do Rosario. Até que, aos 47, veio a melhor chance dos brasileiros na partida. Jean Pyerre bateu bonito e a bola explodiu no travessão. Na sobra, Matheus Henrique mandou para fora.

O Gol