Santa Cruz e Campinense passam à final da Copa do Nordeste

Santa Cruz e Campinense passam à final da Copa do Nordeste

santa cruz e caminenseSanta alcança a decisão da Copa do Nordeste pela primeira vez 
O Santa Cruz bateu o Bahia, na Arena Fonte Nova, por 1 a 0, e garantiu vaga na decisão da Copa do Nordeste. O gol foi marcado por Grafite, logo no início do jogo. O destaque do segundo tempo ficou por conta de confusão entre os times, no qual o técnico Milton Mendes acabou expulso, depois de agredir membros da comissão técnica dos baianos.

O Santa Cruz mostrou logo de cara que buscaria o resultado fora de casa. Aos 13, Grafite roubou a bola, ainda dividiu com o goleiro Marcelo Lomba, e abriu o placar para os visitantes.

O Bahia, com mais posse de bola, foi pra cima, mas não conseguiu o gol antes do intervalo. O goleiro dos pernambucanos, Tiago Cardoso, se tornou um dos destaques, ao parar Edigar Junio e Thiago Ribeiro com boas defesas. O arqueiro ainda evitou gol contra de Keno. Assim, a partida foi para o intervalo com o Santa em vantagem: 1 a 0.

Na segunda etapa, o Bahia seguiu atrás do gol, já que o 1 a 1 levaria os donos da casa à decisão. Porém, a equipe de Doriva desperdiçava muitas chances. Hernane, de cabeça, perdeu grande oportunidade, aos 18. Aos poucos, o time de Milton Mendes conseguiu sair de trás, tentando se livrar da pressão baiana. Aos 29, Wallyson bateu escanteio de forma perigosa, e Marcelo Lomba evitou o segundo gol dos pernambucanos.

Depois de a partida esquentar, com confusão entre os bancos de reserva, os times, dentro de campo, também se enervaram. Aos 42, Robson, do Bahia, acabou expulso, depois de tomar o segundo amarelo, por falta em Raniel. Porém, aos 46, o Santa também recebeu um vermelho, com o meia João Paulo excluído do encontro. Aos 50, Moisés deixou os mandantes novamente com um a menos.

O Esquadrão de Aço não teve forças, não conseguiu criar chances de gol e o Tricolor pernambucano comemorou a vaga na decisão da Copa do Nordeste.

Nos pênaltis, Campinense bate Sport

Em Campina Grande, Campinense e Sport se enfrentaram, e os donos da casa venceram por 1 a 0, com gol de Rodrigão. Esse resultado levou a disputa para os pênaltis. Nas cobranças,

No primeiro tempo, em jogo fraco tecnicamente, mas de muita luta, as equipes não criaram grandes chances. As principais possibilidades foram dos donos da casa. Rodrigão, um dos principais artilheiros do Brasil em 2016, perdeu duas boas oportunidades de marcar o gol que a Campinense necessitava para buscar a classificação, depois de perder por 1 a 0 na partida de ida.

Na volta do intervalo, os donos da casa seguiram atrás do tento. Aos 6, Rodrigão perdeu, mas, aos 16, ele não perdoou e abriu o placar para os paraibanos, fazendo 1 a 0. Depois do gol, o Sport reagiu e passou a atacar mais, buscando o empate.

Aos 31, Renê quase marcou, mas o goleiro Gledson salvou os mandantes. Aos 35, Vinícius Araújo também finalizou, mas mandou para fora. Assim, os pênaltis se tornaram realidade, e o técnico Falcão trocou o goleiro para as cobranças. Saiu Danilo Fernandes, para a entrada de Magrão.

Nas cobranças, Renê, Luiz Antonio e Johnathan Goiano erraram para o Sport. O primeiro e o terceiro bateram por cima, enquanto o segundo parou em Gledson. Pela Campinense, Tiago Sala bateu, e Magrão pegou. Mesmo assim, os paraibanos fizeram 3 a 1, e garantiram a vaga na decisão.

As finais acontecem nos dias 27 de abril e 1º de maio. A primeira partida terá mando do Santa, e o confronto que definirá o campeão terá a Campinense atuando em casa. Os paraibanos foram campeões regionais em 2013, enquanto os pernambucanos buscam o primeiro título.

Fox Sports