Santos vence Avaí na Ressacada e segue firme no G4 do Brasileiro

Visando vencer sua terceira partida consecutiva, o Santos foi até a Ressacada, em Florianópilis, para encarar o Avaí. Com a bola rolando, o Peixe foi letal para abrir 2 a 0. João Paulo ainda descontou, mas não evitou a derrota do Leão. Com a vitória, o Alvinegro chega a 61 pontos e se firma cada vez mais entre os quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro.

Do outro lado, o Azulão segue carimbando seu passaporte para a Série B, na lanterna com apenas 17.  Santos pressiona e abre vantagem O Santos dominou completamente o jogo por durante os primeiros 30 minutos na Ressacada, em Florianópolis. Nesse período, o Peixe tratou de sair na frente do placar. Logo aos oito, após jogada ensaiada, Marinho bateu firme, a bola desviou e se ofereceu para Eduardo Sasha, que mandou para o fundo das redes. Pouco depois,

Marinho foi acionado pela ponta direita, levou a jogada pelo meio e bateu firme, rasteiro, sem chances para o goleiro Frigeri: 2 a 0. O Peixe seguiu soberano e quase não foi incomodado. Até que aos 34 minutos, João Paulo aproveitou rebote na intermediária e emendou um chutaço no ângulo, sem chances para o goleiro Everson.

Daí em diante, os donos da casa tomaram coragem e criaram mais problemas para o Santos. O placar, porém, não mudou até o intervalo. Gustavo Henrique é expulso, mas Peixe garante vitíoria Na volta para o segundo tempo, o time comandado por Jorge Sampaoli buscou repetir a estratégia do início de partida. Porém, aos 16,

Gustavo Henrique fez falta em Jonathan, que sairia na cara do goleiro Everson, e foi expulso. Mesmo com um jogador a mais, o Avaí encontrou muita dificuldade para levar perigo à meta santista. Na melhor chance dos catarinenses na etapa final, Vinicius partiu pela direita e cruzou rasteiro. Gegê, sem marcação, furou e perdeu gol claro. Pouco depois, aos 37,

Léo levantou a bola na área do Santos, Vinicius Araújo tocou de cabeça, mas Veríssimo bloqueou. Boa chegada do Azulão. Além de não aproveitar a vantagem numérica, o time da casa ainda teve Léo expulso. Melhor para o Peixe, que, de pressionado, passou a administrar a partida até o apito final. Foi o que aconteceu. Fim de papo e triunfo santista em Florianópolis.

O Gol