João Pessoa 15/02/2019

Início » Esporte » São Paulo perde do Guarani na estreia de Hernanes e sai vaiado de campo

São Paulo perde do Guarani na estreia de Hernanes e sai vaiado de campo

O São Paulo não conseguiu se recuperar do revés para o Santos e perdeu na estreia de Hernanes no Campeonato Paulista. Na noite desta quinta-feira, no Pacaembu, o Tricolor jogou mal, abusou da bola aérea e foi derrotado pelo Guarani de Osmar Loss por 1 a 0, com um gol relâmpago da equipe visitante, sendo vaiado ao final da partida.

Apesar do resultado, o São Paulo permanece na liderança do Grupo D da competição, com seis pontos. Por outro lado, a derrota aumenta a pressão sobre o time dirigido por André Jardine às vésperas do jogo de ida contra o Talleres, na Argentina, no dia 6 de fevereiro, pela Copa Libertadores.

O Bugre, por sua vez, chega a seis pontos e encosta no Novorizontino (7), vice-líder do Grupo B. De quebra, o time de Campinas quebra um tabu de quase 22 anos sem vencer o São Paulo – nesse período, foram 17 derrotas e oito empates.

Pela quinta rodada do Campeonato Paulista, o Tricolor buscará se reabilitar diante do São Bento, no próximo domingo, às 17 horas (de Brasília). Já o Guarani, que tenta engrenar no torneio, visita o Mirassol às 11 horas do mesmo dia.

O Jogo – Em uma falha da defesa do São Paulo, o Guarani abriu o placar logo no primeiro minuto de jogo. Após cobrança de escanteio pela direita, o lateral William Matheus apareceu livre na primeira trave para testar firme na entrada da pequena área. A bola foi em cima de Tiago Volpi, que não conseguiu fazer a defesa.

O Tricolor respondeu rapidamente e quase empatou na sequência, quando Bruno Peres cruzou para Everton cabecear e exigir grande defesa de Kléver. Aos 20 minutos, em cobrança de falta frontal, Reinaldo bateu forte e acertou o travessão do Bugre.

Com Diego Souza e Pablo formando dupla de ataque, o São Paulo abusou dos cruzamentos no primeiro tempo. Em um deles, porém, Helinho recebeu de Everton e chutou cruzado, levando perigo à meta bugrina. No fim, Pablo pegou rebote de cabeceio de Anderson Martins e marcou, mas o auxiliar assinalou impedimento e invalidou o gol do atacante.

A etapa complementar começou na mesma toada do primeiro tempo: o Tricolor procurando os pontas para levantar a bola na área, e o Guarani completamente recuado. Impaciente com o desempenho de seu time, a torcida são-paulina passou a pedir alterações e a gritar o nome de Hernanes.

André Jardine atendeu ao pedido vindo das arquibancadas e colocou o Profeta no lugar de Anderson Martins, aos 19 minutos. Pouco depois, Diego Souza perdeu chance incrível. Após cruzamento de Everton, o camisa 9 testou para defesa de Kléver. No rebote, dentro da pequena área, ele mandou para fora.

Em sua última cartada, o treinador tirou Helinho para a entrada de Nenê. A situação, contudo, ficou ainda pior quando Liziero deixou o campo por lesão. Aos 42 minutos, Diego Souza ajeitou lançamento de Nenê para Hernanes bater de primeira, exigindo boa defesa de Kléver, que estragou a noite de estreia do principal reforço são-paulino na temporada.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 1 GUARANI

Local: Estádio do Pacaembu
Data: Quinta-feira, 31 de janeiro de 2019
Horário: 21hh (de Brasília)
Árbitro: Douglas Marques das Flores
Assistentes: Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo e Gustavo Rodrigues de Oliveira
Público: 11.498 torcedores
Renda: R$ 292. 238,50
Cartão Amarelo: Felipe Amorim, Kléver e Romisson (Guarani)
Cartão Vermelho: –
Gol:

GUARANI: William Matheus, a 1 minuto do 1º tempo

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Bruno Peres, Arboleda, Anderson Martins (Hernanes) e Reinaldo; Jucilei (Hudson), Liziero e Diego Souza; Helinho (Nenê), Pablo e Everton

Técnico: André Jardine

GUARANI: Kléver; Léo Principe, Diego Giaretta, Ferreira e William Matheus; Romisson, Ricardinho e Thiago Ribeiro (Fernando Viana); Lucas Crispim (Inácio), Felipe Amorim e Diego Cardoso (Fernandes)
Técnico: Osmar Loss

Gazeta Esportiva