Seis secretários devem deixar Governo Ricardo Coutinho - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Seis secretários devem deixar Governo Ricardo Coutinho

ricardo gov.Pelo menos seis auxiliares do primeiro escalão do Governo devem deixar os cargos até abril do próximo ano para se candidatar a uma vaga nas eleições 2014. A saída provocará uma reforma administrativa pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) nos próximos meses. Há quem diga que as mudanças devem ocorrer ainda em dezembro, mas os auxiliares do socialista negam.

O secretário-chefe da Casa Civil, Walter Aguiar, disse que a definição sobre as mudanças no secretariado caberá a Ricardo Coutinho. “No tempo certo o governador decidirá essa questão”, afirmou. Ele declarou que é natural que algumas mudanças ocorram, tendo em vista que alguns secretários já têm mandato, a exemplo de Manoel Ludgério e Adriano Galdino – e outros pretendem entrar na disputa eleitoral.

O prazo de desincompatibilização dos cargos públicos, para quem pretende disputar o próximo pleito, é abril de 2014. “Quem tem prazo tem tempo”, declarou Walter Aguiar, dando indícios de que Ricardo Coutinho não deve ter pressa para mexer secretariado.

A secretária de Comunicação Estela Bezerra é uma das auxiliares que deve disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa. “Temos até abril, mas existe uma possibilidade de fazer a desincompatibilização em dezembro. Porém, essa decisão deve ser tomada em conjunto com o governador, mas possivelmente eu possa vir a me afastar antes do prazo determinado pela Justiça Eleitoral”, adiantou.

Já o secretário de Agropecuária e Pesca, Marenilson Batista, que também pretende brigar por uma vaga de deputado estadual, afirmou que só deve deixar o cargo em 2014. “No momento nós temos que trabalhar e fazer o melhor pelo governo”, declarou.

Com relação ao prazo determinado pela Justiça Eleitoral, ele afirmou que se for preciso ficará até o último dia. “Estou trabalhando pelo governo e tenho que fazer com que as coisas cheguem ao povo”, destacou.

À disposição

Atual secretário-chefe de Governo, o deputado licenciado Adriano Galdino (PSB) disse que ficará a disposição de Ricardo Coutinho o tempo que for necessário. “Sou um parlamentar comandado pelo governador. Estou muito bem na Casa Civil, mas quando for mais útil voltar para a Assembleia irei com o maior prazer. Até porque fui eleito para ser deputado”, afirmou o socialista.

Adriano Galdino informou que não foi procurado pelo governador para tratar sobre o assunto. “Acho que só no momento oportuno é que Ricardo irá discutir essa questão conosco”, ressaltou o secretário. Com o retorno de Adriano à AL quem perde a cadeira é Francisco de Assis Quintans (DEM).

Quem deve sair

Além de Estela Bezerra, Marenilson Batista e Adriano Galdino, pretendem disputar um cargo eletivo em 2014: Ricardo Barbosa (secretário executivo do PAC), Aracilba Rocha (Finanças), o deputado licenciado Manoel Ludgério (PDT), que ocupa a secretária de Desenvolvimento e Articulação Municipal. Com o retorno de Ludgério à Casa de Epitácio Pessoa, o atual líder do Governo, Hervázio Bezerra (PSB), retorna à suplência.

Jornal Correio da Paraíba