Sem correr riscos, Cruzeiro vence Deportivo Lara e se isola na liderança de seu grupo na Libertadores

Em seu primeiro compromisso no Mineirão pela Copa Libertadores da América, o Cruzeiro impôs seu ritmo de jogo e, sem sofrer muitos riscos, venceu o Deportivo Lara, por 2 a 0. O primeiro gol do jogo foi marcado pelo aniversariante do dia, Rodriguinho, e Jadson fechou a conta. Com a vitória, a equipe celeste chega a 100% de aproveitamento, soma seis pontos e lidera, de forma isolada, o Grupo B da competição continental. Imposição celeste.

Com o apoio do seu torcedor, que compareceu em peso ao Mineirão, o Cruzeiro começou pressionando o Deportivo Lara. A intensidade celeste não demorou muito para gerar resultado. Logo aos seis minutos, Robinho lançou para Fred, que, de ombro, deixou Rodriguinho na cara do gol. O camisa 23, aniversariante do dia, com tranquilidade, mandou para o fundo das redes e abriu o placar em Belo Horizonte.

Mesmo após sair na frente, os mineiros continuaram em cima dos venezuelanos, principalmente em jogadas pelas laterais do campo, buscando ampliar a vantagem. Aos 24, Rodriguinho lançou para Marquinhos Gabriel, que passou para Fred anotar o segundo. No entanto, a arbitragem assinalou, de forma equivocada, a posição irregular do centroavante.

Enquanto os cruzeirenses seguiam na pressão, a equipe visitante continuou com a sua estratégia e permaneceu marcando praticamente com nove jogadores no campo de defesa. E assim foi até a ida para o intervalo. Cruzeiro administra e vence O panorama do duelo não mudou com a chegada do intervalo. O Cruzeiro seguiu impondo seu ritmo e continuou marcando presença no campo de ataque.

Com o passar do tempo, o venezuelanos do Lara ajustaram a marcação, passaram a ter um espaço que não tiveram na primeira etapa e começaram a buscar mais as jogadas ofensivas. No entanto, eram os donos da casa os mais perigosos. Fred voltou a assustar, aos 29 minutos, após cruzamento de Edilson, mas cabeçada saiu pela linha de fundo.

O camisa 9 não desistiu de marcar o seu e mais uma vez chegou para finalizar. A bola foi desviada e mais uma vez não tomou o caminho das redes. Nos minutos finais, os mineiros diminuíram a intensidade e passaram a trocar mais passes à espera do apito final. E, antes dele, ainda deu tempo do segundo gol celeste. No último minuto de jogo, Fred recebeu na área e ajeitou para Jadson fechar o placar no Mineirão.

O Gol