Sem maiores problemas, Palmeiras vence Sampaio Corrêa e vai ás quartas da Copa do Brasil

Sem maiores problemas, Palmeiras vence Sampaio Corrêa e vai ás quartas da Copa do Brasil

Após vencer o Sampaio Corrêa no jogo de ida, o Palmeiras tinha uma missão teoricamente tranquila na volta. E, de fato, foi. No Allianz Parque, o Alviverde não precisou de muito esforço para marcar um gol em cada tempo e vencer a equipe maranhense, por 2 a 0. Com a vitória, o Verdão carimba vaga nas quartas de final da Copa do Brasil.

O próximo adversário da equipe de Luiz Felipe Scolari será conhecido após sorteio, que acontecerá na sede da CBF, ainda com data a ser definida. Um belo gol e só O jogo começou em ritmo lento no Allianz Parque. O Palmeiras, mais uma vez com time alternativo, tinha o controle das ações, mas não acelerava as jogadas.

O Sampaio Corrêa, por sua vez, como era de se esperar, fechou a casinha, buscando roubar a bola para sair em velocidade. A primeira chegada alviverde surgiu aos 11. Após jogada de Mayke pelo lado direito, Borja tento a finalização na área, mas foi travado por Everton Sena. O centroavante palmeirense ficou pedindo pênalti.

No entanto, após ouvir o VAR, o árbitro seguiu a partida. Pouco depois, foi a vez de Zé Rafael assustar. Após fazer bela jogada individual e sofrer falta na entrada da área, o meia bateu colocado e forçou Andrey a fazer uma grande defesa. Sem muita pressa, o time da casa chegava ao ataque, principalmente através das descidas de Dudu pelo lado direito.

E assim surgiu o primeiro gol do jogo. Aos 38, Lucas Lima descolou bom passe para o camisa 7 palmeirense, que, de calcanhar, clareou tudo para Mayke chegar batendo e protagonizar o único lance interessante da primeira etapa. Gol do Palmeiras. Zé Rafael fecha a conta Na volta do intervalo, o técnico Luiz Felipe Scolari promoveu uma alteração na equipe alviverde.

Lucas Lima deixou o campo para a entrada do meia Gustavo Scarpa. Assim como na primeira etapa, o Verdão seguiu atacando pelo flanco direito. E logo aos quatro minutos, Moisés acionou Mayke, que cruzou na medida para Zé Rafael cabecear para o fundo das redes. Mesmo com a confortável vantagem, a equipe mandante continuou dando as cartas no confronto.

Com mais de 60% de posse de bola, o Palmeiras trocava passes no campo ofensivo sem ser incomodado. O Sampaio Corrêa era valente. Através da bola alta, os visitantes conseguiram se aproximar da área adversária. Everton Silva até tentou olímpico, mas Weverton, sempre atento, tirou de soco. Nos minutos finais, mais do mesmo.

Os maranhenses buscando o ataque, principalmente com as investidas de Salatiel Junior, que travou um verdadeiro duelo com a dupla de zaga palmeirense, que acabou levando a melhor na maioria das jogadas. Quando a bola passou pela defesa paulista, lá estava Weverton, que pulou para defender a finalização de Diogo Rangel.

O Gol