João Pessoa 19/03/2019

Início » Destaque » Sem reajuste para 2019, servidor de Santa Rta não iniciará ano letivo, diz sindicalista

Sem reajuste para 2019, servidor de Santa Rta não iniciará ano letivo, diz sindicalista

Sem diálogo para conceder reajuste em 2019 o servidor de Santa Rita-PB, não iniciará o ano letivo, foi o que declarou a reportagem do Paraíba Urgente nesta manhã de segunda-feira (31), o presidente do sindicato José Farias e disse que em Santa Rita não existe crise e que o servidor é desprezado pela gestão Panta, o que falta mesmo é gestão e compromisso com gerir à máquina pública e a falta de prioridade com a política de valorização do servidor público prometido em campanha eleitoral e que aconteceu o contrário, um verdadeiro desmonte da gestão pública de Santa Rita que não foi concedido um reajuste e a prioridade da gestão com a saúde foi esquecida pelo prefeito Panta, lembrou.

Queremos ser ouvidos e negociar uma pauta defasada salarial do servidor que em dois anos não foi beneficiado com um reajuste, mais que houve um superávit dos recursos baseados desde 2016 do salário de R$ 880,00 com aumento de 6,47% de 11,68% de acordo com a tabela elaborada no sindicato acompanhada pelo MEC do pessoal de apoio nível elementar e fundamental que baseada em tabela atual no salário minímo de 954,00 de 2018 e 2019 de R$ 1.006,00 que prever aumento de 5,23%, veja a tabela com o superávit de ano a ano.

Veja os aumentos salarial de ano a ano e que a gestão Panta não concedeu um reajuste 

Veja os reajuste de piso salarial que a gestão só concede a comissionados e ao servidor zero em dois anos 

Veja a previsão de aumento considerável da Lei Orçamentária Anual e a gestão Panta ainda não concedeu reajuste ao servidor 

Sempre solicitamos uma abertura para dialogar com o prefeito Panta queremos negociar uma maneira para repara os danos causados ao servidor,  mas ele, o prefeito sempre evitou, se o prefeito possui algo contra a direção do sindicato o senhor pode negociar com as categorias independente o que não queremos é como sua gestão tem prejudicado o servidor que estamos indo buscar as perdas salariais e direitos adquiridos na justiça que é o único caminho, dai portanto, a direção do sindicato já planeja para os primeiros dias de 2019 assembleias para chamar as categorias para discutir um meio de com a gestão para discutir o dano causado aos servidores para que seus salários não venha a defazar mais ainda do que estar, afirmou José Farias.

O presidente do sindicato ressaltou também que os professores, vigilantes e pessoal de apoio estão com salários defasado em quase 15% e que essa falta de reajuste diminui o poder de compra e que todos os prefeitos que antecedeu a gestão Panta repassaram os reajuste e chamou a atenção da secretária de saúde a se pronunciar referente ao piso salarial de reajuste dos agente de saúde pelo governo federal que é lei, e adiantando ainda aos servidores que será anunciada a primeira assembleia para 2019 para avaliar e discutir os dois anos da gestão que não concedeu reajuste e traçar estratégias para o ano vindouro.

Lamartine do Vale