Sem surpresa, Banco Central corta Selic de 8,25% para 7,5% ao ano

São Paulo — O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou nesta quarta-feira (25) um corte de 0,75 ponto percentual na taxa básica de jurosda economia, que passou de 8,25% para 7,50% ao ano. Foi o nono corte consecutivo da Selic.

A decisão foi por unanimidade e sem viés e já era esperada pelo mercado, de acordo com o último Boletim Focus. A redução da Selic foi mais amena do que a adotada nas últimas quatro reuniões da autoridade monetária, quando a taxa foi cortada em um ponto percentual.

Agora, a Selic está apenas 0,25 ponto percentual acima de seu menor nível histórico (7,25% ao ano), alcançado em outubro de 2012 durante o segundo mandato da ex-presidente Dilma Rousseff.

Segundo as previsões do Focus, o mercado acredita que o juro básico vai romper esse recorde de baixa na última reunião do Copom de 2017, em dezembro, quando espera-se que a Selic seja reduzida em mais 0,5 ponto percentual, para 7% ao ano, encerrando o ciclo de afrouxamento monetário.

Há, porém, quem estime um corte ainda mais profundo na última reunião do Copom no ano. Para Daniel Silva, economista do Modal Asset, a Selic deve fechar 2017 em 6,75% ao ano.

Exame.com