Serviço de transporte urbano em Campina deve mudar a partir do dia 05 de agosto

mobilidade campinaO Serviço de transporte urbano em Campina Grande deve mudar a partir do dia 05 de agosto. De acordo com a Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos – STTP, os dois Consórcios vencedores da licitação para operar o serviço na cidade pelos próximos 15 anos já passarão a administrar as linhas. As 07 empresas que operam atualmente e que não participaram da licitação deixarão de atuar a partir do dia 05.

Os roteiros, itinerários e horários permanecerão os mesmos, mas os veículos devem mudar. Empresa Nacional de Luxo fará parte do Consórcio Santa Maria, junto com a empresa Cabral. Os contratos das Ordens de Serviços com os dois Consórcios foram assinados no dia 05 de julho e a partir do dia 05 de agosto eles passarão a administrar as linhas para as quais foram escolhidos na licitação realizada no início do ano.

A cidade foi dividida em três regiões (Norte, Oeste e Sul). O Consórcio Santa Verônica, formado pela fusão Cruzeiro/Transnacional, ficou com a zona Sul, e o Consórcio Santa Maria, formado pelas empresas Cabral e Nacional, ficou responsável pelas zonas Norte e Oeste, que engloba o distrito de São José da Mata.

A Transnacional junto com a Cruzeiro irá compor o Consórcio Santa Verônica. As 07 empresas que operam atualmente e que não participaram da licitação deixarão de atuar a partir do dia 05, incluindo a empresa que presta o serviço em São José da Mata há mais de 50 anos. “Inicialmente, os carros dos Consórcios vão atuar sem identificação, terão apenas o nome e o número da linha e a cor da zona. Os consórcios têm até 120 dias para adequar os veículos à identidade visual. Passado este período, já teremos como identificar a melhor forma de cada um atuar e poderá haver mudanças nas rotas”, explicou.

Redação