Servidores da educação acatam proposta da prefeitura de Santa Rita: voltam ás aulas na segunda, com 1/3 de férias até 17 dezembro de 2013. - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Servidores da educação acatam proposta da prefeitura de Santa Rita: voltam ás aulas na segunda, com 1/3 de férias até 17 dezembro de 2013.

sinfesa doisOs servidores públicos municipal de Santa Rita paralisaram suas atividades há de quinze dias devido a aos acordos firmados coma categoria para pagamentos  1/3 de férias do pessoal de apoio da educação referente ao 2011 e 2012 não cumpridos após greve, decidiram nesta sexta-feira (18), às 10h, em sua sede localizada na Juarez Távora 370 centro, em mais uma assembleia acatar mais uma  proposta da prefeitura retornando a sala de aula a parti desta segunda-feira (21) aguardando o cumprimento da proposta até 17 de dezembro de 2013.

A 2ª proposta da prefeitura municipal de Santa Rita enviada e acatada em assembleia pela categoria apresenta um texto se comprometendo em honrar mais uma vez o pagamento de décimo terceiro salário dos servidores em educação e 1/3 de férias do pessoal de apoio relativo à gestão anterior, com pagamento até 17 de dezembro e a antecipação da folha para o dia 20 de dezembro com o décimo de 2013, assim fechando o ano letivo até o dia 23.

De acordo com Feitosa membro da direção do sindicato a proposta foi avaliada e acatada pela categoria, dos quais, os servidores em assembleia exigiram que as faltas da paralisação  não serem notificadas pela secretaria de educação, alem de uma nova assembleia no dia 18/12 para confirmar se o acordo foi cumprido pela prefeitura, caso contrário os professores concluíram o ano letivo sem baixar as notas em cadernetas esperando o fechamento das folhas normal de dezembro, haja vista, o sindicato está cedendo mais uma vez um crédito ao gestor que cumpra com sua palavra ou iniciaremos o ano letivo com paralisação pelo qual vêm cumprindo seus compromissos com a categoria.

Conforme Feitosa na assembleia disse que estavam concluindo o ano letivo de 2013, e que em janeiro de 2014 vamos receber o 1/3 de férias além de discussão do aumento do MEC para o magistério em torno de 06 a 09%, cujo orçamento é da nova gestão mais com os recursos do PRÉSAL que vamos abrir uma nova discussão com a soma de novos investimentos que serão destinadas boa parte para educação, daí então, não podemos deixar pendências de recursos das gestões anteriores de 2012 e 2013.

Já para o professor Manoel Vieira avaliou a proposta da prefeitura que não tem credibilidade, más a maioria da categoria aceitou e vamos aguardar efetuar o pagamento de 1/3 de férias no dia 17 de dezembro e o restante da folha seja cumprida como anunciou o predito um calendário de pagamento de salários, que foi a posição tomada em assembleia, caso o prefeito não honre os compromissos vai inviabilizar o ano letivo para 2014, porque não vamos colocar as notas nas cadernetas e não é a primeira vez que o prefeito diz que vai cumprir e não honra como o gestor passado, a categoria está inquieta e vamos aguardar que a prefeitura tem condição de pagar devido o volume de recursos que entra mensalmente nos dias 10, 20 e 30, afora que nossa verba é federal, disse o servidor que não confia na gestão.

Lamartine do Vale, do Paraíba Urgente.