Servidores da prefeitura de Santa Rita prometem lotar galerias da Câmara até aprovação de decreto que anula efeitos do ‘Pacote da Maldade’ de Emerson Panta

Há um movimento forte de bastidores que já mostrou força na última quinta-feira (31) quando contingente considerável de servidores já ocupava o interior das galerias, assim como os arredores da Câmara Municipal de Santa Rita a fim de mostrar aos vereadores do município seu posicionamento intransigente na defesa dos seus direitos, ora usurpados pela gestão do médico Emerson Panta (PSDB).

Após a publicação do Decreto 32, na segunda-feira (28) e da retirada de diversos direitos no pagamento dos salários de agosto, os servidores, revoltados com a postura fascista do prefeito canavieiro deram início a um movimento organizado com o intuito de buscar de volta o que lhes está sendo tirado, fruto de lutas históricas das categorias funcionais, a exemplo dos adicionais noturno e de periculosidade, além da gratificação por insalubridade, difícil acesso, além da total e completa inconstitucionalidade de atos como as suspensões dos PCCR’s vigentes e do terço de férias, ferindo diretamente um direito previsto e garantido na Constituição Federal.

Para tanto, o Sinfesa tem se organizado, convocado e tendo seu chamamento atendido pelas classes trabalhadoras do serviço público municipal santarritense, que prometem resistir e não entregar jamais aquilo que tanto lutaram para conquistar, produto de sangue e suor derramado nas lutas e nos movimentos que culminaram com vitórias que melhoraram a vida do servidor, assim como elevaram sua qualidade de vida.

As ocupações ao parlamento mirim da cidade, ordeiras e pacíficas, seguirão desde a apresentação do Decreto Legislativo 01/2017, dispositivo previsto na Lei Orgânica do município e que já foi protocolado pelo vereador Sebastião do Sindicato (PT), com o apoio dos vereadores Carlos Pereira Jr (PSB), Brunno Nóbrega (PR) e do presidente da Casa, Gustavo Santos, até a sua votação, quando um grande número de funcionários estarão presentes, com um grande movimento que sairá da sede do sindicato em direção à Casa Prefeito Antônio Teixeira, até a divulgação do resultado, esperando a pronta aprovação do decreto no plenário, derrubando o ‘Pacote da Maldade’ imposto por Panta aos trabalhadores do município.

Ouça a convocação da diretora do Sinfesa, Marileide Santos:

Germano Costa 
para o News Paraíba