Sindicalista reassume a Câmara Santa Rita; “vamos criar políticas públicas e projetos que garanta direito do servidor’, disse.

Sindicalista reassume a Câmara Santa Rita; “vamos criar políticas públicas e projetos que garanta direito do servidor’, disse.

ZÉ-DO-SINFESAO professor e presidente do sindicato dos servidores públicos de Santa Rita (Sinfesa) , José Farias, reassumiu ao cargo de vereador pela segunda vez nesta última quinta-feira (15),  na Câmara Municipal  de Santa Rita, com o objetivo de programar políticas públicas para a população e criar leis que garanta o direito adquirido dos servidores públicos mesmo que seja apreciada uma mudança de lei ou regimento que deverá está em consonância com a categoria, afirmou.

“Reassumo ao cargo de vereador em um momento caótico em que o município atravessa jamais visto em sua história, e reforçar o bloco da base aliada do executivo para auxiliar nos projetos para tirar a cidade do caos, e já na próxima semana atuaremos em plenário da casa de Antônio Teixeira, com um projeto que regulamenta a carga horária do magistério que segundo a LDB, concede 25 horas de carga horária semanal para o professor, sendo que 1/3 dessa carga é para desenvolver  outras atividades e não está sendo cumprida pelo município, dialogamos com o secretário de educação e o conselho para que seja efetivada no município para que se torne lei e que seja cumprida”, garantiu José Farias.

O vereador José Farias disse da satisfação que no dia (15) está  reassumindo á Câmara de Santa Rita,no dia em que se comemora o dia do professor e nossa categoria não tem o que comemorar diante de uma gestão que não criou nenhuma política pública para a categoria e  perseguição aos servidores além de uma tentativa frustrada de até fechar o sindicato, que não aconteceu os quais tivemos o amplo direto de defesa através da justiça, diferente de quando o prefeito Netinho assumiu a prefeitura em 2014, que a mesma época se encontra em greve, ele (Netinho) foi ao sindicato concedendo os aumentos desejados da categoria inclusive uma pauta que era a equiparação salarial dos professores P1 e P2 em nível de igualdade acabando com a descriminação salarial do magistério que era um sonho antigo da categoria, declarou o parlamentar.

O vereador ressaltou ainda que a bastante tempo em sua vida que leciona como professor nunca viu tanto sofrimento quanto a categoria com a perseguição pelo ex-prefeito cassado quatro vezes Reginaldo Pereira, tivemos os diretos cerceados, greve encima de greve em todos os setores, a justiça bloqueou o FPM para pagar o direito dos servidores da saúde, fomos obrigados a pedir esmolas a população, montamos campana em praça pública, Santa Rita  foi foco na mídia nacional devido a incompetência  de um prefeito que não sabe o que é gestão, e após o retorno desse prefeito foi pior para o servidor e para a população, vários setores da administração com dois e três meses de salários atrasados, a única saída foi rogarmos a Deus e a  justiça que nos deu o direito da ampla defesa e que momento algum baixamos a guarda para um ditador e tirano que passou a vida inteira falando mal dos ex-gestores e quando sentou na cadeira de prefeito conseguiu ser o pior prefeito de Santa Rita para a cidade e para os servidores que essa chaga não volte nunca mais a cidade, desabafou o vereador José Farias.

Lamartine do Vale, do Paraíba Urgente.