Sinfesa adere à paralisação Nacional em protesto contra corte na educação e reforma da Previdência de Bolsonaro , nesta sexta.

Sinfesa adere à paralisação Nacional em protesto contra corte na educação e reforma da Previdência de Bolsonaro , nesta sexta.

O vice-presidente do Sindicato de Servidores Públicos Municipal de Santa Rita-PB,  Martinho André, convida os servidores públicos Municipal, estadual e federal para participar ativamente nesta sexta-feira (14), ás 15 horas, da paralisação Nacional tendo como objetivo principal da realização de ato público em protesto os cortes que atinge a educação infantil, a reforma da previdência e o desmanche do servidor na reforma administrativa que afeta os estados e municípios, que de acordo com Martinho André afirmou ainda que o sindicato- Sinfesa  segue a orientação e deliberação da CUT – Central única dos Trabalhadores, CNTE O Confederação Nacional de Trabalhadores em Educação, e CONFETAM – Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal que a greve é geral para em todo Brasil, ressaltou.

Conforme também Martinho André, em relação aos servidores públicos municipal de Santa Rita disse, que a prefeitura de Santa Rita fo oficiada em todos os setores da gestão pública para que não venha penalizar o corte do dia não trabalhado pelo servidor (Direito de Greve) como conta em lei e deliberar a todos para defender seus direitos constitucionais, portanto, todos estão convidados para esta sexta (14), ás 15 horas,. “Vamos lutar pelo que conquistamos e preservar o que é de direito”, declarou o vice-presidente Martinho André.

De acordo com Martinho ainda, o protesto se estende por todo o Brasil e diversas categorias de trabalhadores que afetam significativamente direitos constitucionais como Motoristas de ônibus e Ferroviários, Metroviários, Professores de Instituições Públicas e Privadas, Metalúrgicos, Trabalhadores da Construção Civil, Indústria Têxtil e Alimentação Química, lembrou.

Servidor sua Participação é Indispensável!

Juntos Somos Fortes!

Lamartine do Vale