Sinfesa realiza assembleia dos aposentados com a participação de auditor do Tribunal de Contas do Estado - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Sinfesa realiza assembleia dos aposentados com a participação de auditor do Tribunal de Contas do Estado

2011-01-01 22.54.20Das rodadas das assembleias realizadas no Sindicato dos Funcionários Públicos de Santa Rita – Sinfesa, com os servidores da prefeitura de Santa Rita, o destaque desta vez foram os funcionários inativos e pensionistas do Instituto de Previdência do Município – IPREV- que pela primeira vez compareceram em massa para escutar e reivindicar orientações do auditor do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE), e discutir a paridade dos professores aposentados, aumento do pessoal de apoio da educação e outros setores da administração pública, o salário mínimo que teve aumento em Janeiro e que não foi reajustado até agora como manda à lei Federal.

Dentre os vários temas abordados na assembleia com os funcionários foi o repasse do salário mínimo que o instituto de previdência, não tem atendido a categoria, e isto tem refletido nos contra cheques dos servidores, que tem procurado diariamente o sindicato com reclamações, o que nos fez convidar o auditor do Tribunal de Contas do Estado Paulo Germano para prestar esclarecimentos a categoria.

De acordo com o auditor de Contas Paulo Germano, sua visita à assembleia no sindicato foi um convite do presidente José Farias, para orientar os direitos que estão sendo negados aos servidores, dentro da legalidade. O auditor disse ainda que veio atender a categoria para informar se a prefeitura está tendo respeito com o novo aumento do piso salarial bem como a regra da paridade se estava obedecendo pelo regime próprio do município e caso não esteja atendendo essas reivindicações os servidores procurem o sindicato e o mesmo encaminhe para a justiça.

Conforme o presidente do sindicato que tem visitado aquela instituição e cobrado os direitos dos servidores, disse que o plano de cargo carreia e remuneração dos servidores que foi aprovado o ano passado e a nova gestão não quer cumprir o que foi aprovado pela câmara Municipal, e isso é um desrespeito aos servidores que deram a vida no serviço público e hoje se sentem desmoralizados pela gestão que não respeitam ninguém, desabafou José Farias.
A funcionária Maria Gorete Santana de Albuquerque, residente em Santa Rita e aposentada há dois anos, disse que contribuiu 25 anos, que está cobrando a revisão da aposentadoria que deu entrada em janeiro e que até agora o instituto não deu nenhum parecer e quando sai o reajuste salarial não é incorporado em seu contra cheque que vem gerando desvalorização em seu salário diante da inflação, e que o Sinfesa já pediu pela primeira vez e o instituto negou, não sabe por que o corte que é de direito meu, cobrou a aposentada.

O presidente vai procurar o superintendente do IPREV e levar todas reivindicações dos servidores com o parecer do tribunal de contas e caso o Instituto de Previdência não venha atender a categoria, vamos entrar com uma ação coletiva e marcar uma nova assembleia e acionar a justiça, concluiu.

Lamartine do Vale, do Paraíba Urgente