Sinfesa realiza assembleia geral com servidores da saúde para discutir o futuro categoria em Santa Rita

Contra o arrocho e a política de destruição salarial do prefeito Panta (PSDB) contra os servidores de Santa Rita-PB, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipal de Santa Rita- SINFESA,- realiza nesta segunda-feira (02), ás 09:00 horas, em sua sede na Juarez Távora nº 370 Centro, uma assembleia geral com todos os servidores da saúde de todos os setores, para tanto, na pauta de discussão a falta de cumprimento de terço de férias, retirada de direitos de adquiridos, congelamento do PCCR, falta de condições de trabalho além dos servidores que estão completando o tempo de serviço de contribuição salarial para requerer aposentadoria e o prefeito Panta insistir em usar outra tabela que não condiz com o cumprimento da constituição.

De acordo com a sindicalista Lêda dos Santos afirmou que a presença na reunião nesta manhã desta segunda-feira é muito importante para decidir o destino da categoria e, que ainda outros setores irão definir também em assembleia no sindicato, uma possível greve geral no município, tendo em vista, as perdas salarias devido os não reajustes  da categoria que não foram concedidos e sem data prevista para serem atendidas além do descumprimento do PCRR”s que os servidores irão definir por meio de atividades com atos públicos ou paralisação. disse Lêda dos Santos.

A sindicalista disse ainda que a discussão se estende também para os servidores que completam a mudança de nível que a prefeitura não vem cumprindo com vários servidores. Na assembleia o sindicato requer  a presença na reunião na principalmente dos aposentados e pensionistas que a prefeitura quer reduzir salários e os servidores que estão sendo convocados para se apresentar no Instituto de Previdência que estão completando tempo de serviço de contribuição salarial para se aposentar que o IPREV  oferece a proposta de redução de salários diferente da forma que vinha sendo utilizada desde a constituinte, lembrou Lêda dos Santos.

Para Lêda dos Santos a assembleia geral extraordinária é muito importante com presença dos servidores por que a assembleia é o instrumento de deliberar ações judiciais e definir o destino da categoria, haja vista, que o prefeito tucano Panta divulgou decreto 32/2017 que acabar ainda mais com a vida dos servidores já não basta o que vêm desmantelando desde Janeiro por parte dessa gestão que nenhuma outra gestão interviu em direitos adquiridos de servidores que o prefeito Panta está sendo considerado o pior prefeito de todos os tempos de Santa Rita inclusive vêm ganhando para Reginaldo Pereira e seu aliado de partido Netinho, finalizou.

“Sindicato Forte é Sindicato Unido”, venha compareça defenda seus direitos

Lamartine do Vale