João Pessoa 19/03/2019

Início » Política » Socialista revela que possibilidade de Ricardo Coutinho disputar PMJP em 2020 é remota “Ele tem muitas resistências a um retorno à prefeitura”

Socialista revela que possibilidade de Ricardo Coutinho disputar PMJP em 2020 é remota “Ele tem muitas resistências a um retorno à prefeitura”

“Ele tem muitas resistências a um retorno a prefeitura, mas ele é o nome que eu defendo”. A declaração é da deputada estadual Cida Ramos (PSB) sobre a possibilidade de o ex-governador da Paraíba, Ricardo Couitnho (PSB), voltar a figurar na disputa pela prefeitura de João Pessoa, Capital da Paraíba, nas eleições de 2020.

A parlamentar, que foi a mais votada no pleito de 2018, ressaltou que, mesmo tendo perdido a eleição em 2016, foi àquela disputa que lhe de o recall necessário para hoje estar com um mandato parlamentar. Ela acredita que, em qualquer cenário, o melhor quadro é Ricardo, mas como ele tem resistências, ela se mantém à disposição do partido, pronta para atender a qualquer que seja o chamado.

“Hoje se alguém me pergunta sobre essa questão de 2020, eu posso dizer que faço parte de um partido. eu costumo discutir, argumentar, mas sigo as deliberações da legenda. A minha defesa hoje para a prefeitura de João Pessoa é que Ricardo Coutinho volte ao comando da gestão municipal. Essa é uma deliberação de foro íntimo. Ele tem muitas resistências a um retorno à prefeitura, mas ele é o nome que eu defendo. Mas, em Ricardo não sendo, nós vamos discutir no PSB. Se o PSB achar que eu sou um dos nomes, vamos para a discussão. Aí eu digo que a vida vai mostrando o melhor caminho, tanto do ponto de vista político quanto do posto de vista pessoal”, ressaltou.

Sobre a derrota para o prefeito Luciano Cartaxo, então PSD, ainda no primeiro turno do pleito, Cida não demonstra frustrações, mas sim compreensões para o cenário.

“Primeiro eu quero dizer que a minha experiência como candidata a prefeita foi muito positiva do ponto de vista político e pessoal. Fui uma candidata que saí muito atrasada, era uma candidata, até do ponto de vista estética, fizemos com que uma nova cultura fosse colocada, do ponto de vista dos debates. Foi uma experiência em que me aproximei muito da população. Era tudo novo. Muitos questionamentos para além do debate político naquela época com o impeachment de Dilma e a gente foi de forma ousada e corajosa, mas o tempo foi muito curto. Aquela eleição foi preparada para quem já estava no poder, foi difícil, dei o máximo e certamente minha eleição de deputada teve o recall da eleição de prefeito”, arrematou.

PB Agora