Sport acelera o jogo no segundo tempo e vence o Avaí por 3x0

Sport acelera o jogo no segundo tempo e vence o Avaí por 3×0

sport vence e respiraAndré (90) marcou dois dos três gols do Leão na partida

Com um jogo mais vertical no segundo tempo o Sport construiu a vitória por 3×0 sobre o Avaí pela 30ª rodada do Brasileirão, na Ilha do Retiro, na noite desta quarta-feira (14). O resultado deixou o Leão com 43 pontos. Na próxima rodada, domingo, o time recebe o Atlético Mineiro, novamente na Ilha.

A primeira novidade de Falcão foi a escalação. Sem Diego Souza, o técnico optou pelo prata da casa Neto Moura com Rithely, Wendel e Marlone. No ataque, Élber caía pelo lado direito e André na tradicional posição do centroavante. A formação entortou o jogo do time para o lado direito, que tinha Samuel Xavier e os já citados Élber e Neto Moura. Como Marlone jogou mais centralizado deixou o lateral-esquerdo Danilo, substituto de Renê, praticamente isolado.

O maior volume de jogo no setor poderia ter rendido gol mas um erro quase crônico no passe final impediu que muitas jogadas fossem finalizadas. Élber teve uma grande chance aos 26 ao ficar com o rebote de Antônio Carlos. Ele driblou o zagueiro mas chutou para fora. O Avaí teve sua grande chance num cruzamento de Renan Oliveira, que Anderson Lopes concluiu rasteiro e Danilo Fernandes defendeu.

O segundo aspecto a ser ressaltado nesse ‘novo’ Sport é o defensivo. O time ainda jogou com as linhas muito distantes, principalmente as de defesa e meio. Sempre aparecia um jogador adversário livre em condições de levar perigo ao gol. O time da casa também errou na ação individual de marcar. Quem dava combate ao homem da bola não encurtava o espaço, apenas acompanhava.

Na volta para o segundo tempo, nova alteração. Régis entrou no lugar de Danilo forçando o deslocamento de Wendel para a lateral esquerda. E o camisa 10 deu a mobilidade que faltava para quebrar a marcação adversária. Tanto que aos 15 minutos ele estava no lugar certo para aproveitar o corte errado de Nino Paraíba e mandar uma bomba no ângulo direito.

O Avaí ainda tentava se recuperar do gol quando o time da Ilha acelerou o jogo chegou ao segundo. Régis novamente iniciou a jogada num passe vertical para Marlone. O camisa 8 passou de calcanhar para André completar de pé esquerdo, no canto. A vitória parcial por dois gols de vantagem deixou o Sport mais tranquilo. Ao ponto de permitir até que o Avaí assustasse. André Lima, Rômulo e Renan Oliveira perderam boas oportunidades.

E quem não faz, leva. Aos 38, com nove jogadores no campo do Sport os catarinenses tomaram o contra-ataque fatal. Rithely lançou Élber, que cruzou para André, livre, esperar a bola quicar e mandar para as redes, selando a vitória.

Ficha do jogo

Sport: Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Durval, Matheus Ferraz e Danilo (Régis); Rithely, Wendel, Neto Moura e Marlone; Élber e André (Samuel). Técnico: Falcão.

Avaí: Diego; Nino Paraíba, Emerson, Antônio Carlos e Eltinho; Renan, Adriano, Eduardo Neto (Pablo) e Renan Oliveira; Anderson Lopes e André Lima. Técnico: Gilson Kleina.

Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Péricles Bassols (RJ). Assistentes: Rodrigo Corrêa e Luiz Regazone (ambos do RJ). Gols: Régis, aos 15; André, aos 17 e 38 do segundo tempo. Cartões amarelos: Rithely, Wendel, Eduardo Neto, Nino Paraíba, Renan e Antônio Carlos